Suíca repudia peças publicitárias da prefeitura de Juazeiro: “Só negros que levam covid para casa?”

Presidente da Comissão de Reparação da Câmara de Salvador, o vereador Luiz Carlos Suíca (PT) se sentiu à vontade para tratar de um assunto de outra cidade baiana. É que a prefeitura de Juazeiro, no norte do estado, veiculou peças de publicidade contra a covid-19 que causaram polêmicas e a situação chegou ao mandato de Suíca via movimento negro e por representantes do PT da região como mais um caso de racismo institucional. “Eu assisti aos vídeos divulgados e analisei todas as peças que me foram passadas. A conclusão é simples. Mais um ato de racismo velado. Ficou parecendo que somente negros levam covid para casa. Sendo que isso não é verdade e não podemos sintetizar um assunto tão sério desse de forma tão rasteira”, critica o edil petista.

Atualmente, a prefeitura de Juazeiro é administrada pela prefeita Suzana Ramos (PSDB) e, também, foi criticada pela vereadora da capital Marta Rodrigues (PT), líder da oposição na Câmara soteropolitana. “Vamos tomar as medidas cabíveis, já conversei com Suíca e vamos analisar uma representação e denunciar o caso ao Ministério Público. É de fundamental importância que casos como esse, que envolva instituições, que envolva recursos públicos sejam investigados e punidos severamente”, aponta a petista. Para Suíca, o caso terá repercussão nacional. Ele destaca que a Comissão de Reparação fará uma moção de repúdio e vai acompanhar o caso mesmo sendo em outra jurisdição. “É um caso que envolve todos nós, baianos e baianas. Precisamos denunciar qualquer forma de racismo”, sintetiza Suíca.

Nas peças veiculadas pela prefeitura de Juazeiro é possível notar uma família questionando uma jovem adolescente negra a não sair de casa por causa da pandemia. Ela sai, vai a festa e volta contaminada para casa, onde infecta a família e perde entes queridos. “Além de ser uma narrativa macabra, até pelo assunto ser muito sério, estamos tratando de vidas, mas a questão é que ficou explícito que somente negros estão indo para as ruas e para festas clandestinas para levar a covid para o ceio familiar. Temos que ter muito cuidado ao generalizar a questão. A prefeitura foi infeliz e cobramos que as peças sejam retiradas do ar urgentemente, não vamos aceitar esse tipo de mensagem para o povo. A luta contra o racismo é de todos nós e não vamos fechar os olhos”, completa Suíca. Veja abaixo os vídeos:

Os dois signos mais intensos no amor e nas relações

Eles amam como ninguém e sem medo. Tal como na astrologia ocidental, na cultura cigana a data de nascimento também pode revelar alguns traços de personalidade dos indivíduos. Os...

Polícia encerra festa com 1.000 pessoas em Conquista

Cerca de 1.000 pessoas que se aglomeravam, em uma festa clandestina, na localidade de Pedra Branca, zona rural de Vitória da Conquista, foram flagradas por equipes da...

Faturamento da indústria volta a crescer em março, segundo CNI

A atividade industrial voltou a crescer no mês de março, com uma alta de 2,2% no faturamento das indústrias, segundo a pesquisa Indicadores Industriais, divulgada mensalmente pela...

Salvador participa de reunião do C40 para discutir ações climáticas sustentáveis

A vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, representou a capital baiana na reunião do C40, que integra mais de 90 prefeitos de todo o mundo para debates...