Restaurantes Populares do Governo da Bahia serviram 311 mil refeições no 1º trimestre de 2021

Diante da crise social instalada pela pandemia da Covid-19 no Brasil, o estado da Bahia, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), vem intensificando, desde o ano passado, a oferta de uma série de serviços e ações de enfrentamento à fome – diretos e indiretos. Através do fornecimento de refeições, alimentos e leite na capital baiana e pelo interior do estado, famílias em situação de extrema pobreza estão tendo acesso à alimentação adequada no atual cenário de calamidade pública.

Os Restaurantes Populares mantidos pelo Governo da Bahia em Salvador já serviram 311.535 mil refeições nos três primeiros meses de 2021. Foram 169.280 mil refeições servidas na unidade do Comércio e 147.200 mil refeições servidas na unidade da Liberdade. Diariamente, são servidas 4.945 refeições, sendo 2.645 na unidade Comércio e 2.300 na unidade Liberdade.

“Em 2019, foram servidas 1.220.122 refeições durante todo o ano. Com o surgimento da pandemia, o orçamento da SJDHDS foi direcionado às ações de enfrentamento à fome e à vulnerabilidade social, que aumentaram sensivelmente desde março 2020. Estamos garantindo alimentação digna no momento em que as famílias mais precisam”, ressalta o secretário da SJDHDS, Carlos Martins.

O investimento do Governo da Bahia, por meio da SJDHDS, chegou à marca de R$ 1,7 milhão nesse primeiro trimestre de 2020. Em ambos os restaurantes, o usuário paga o valor simbólico de R$ 1,00 pela refeição. As crianças menores de 05 anos são atendidas gratuitamente.

Ainda visando minimizar a situação da fome decorrente do agravamento da pobreza, e assegurar alimentos nutritivos e saudáveis na mesa dos mais vulneráveis, só nos três primeiros meses de 2021, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) já realizou a compra e doação de 1,071 milhão de quilos de alimentos e 784 mil litros de leite, num investimento de mais de R$ 5,4 milhões.

“Mais de 55 mil famílias baianas já foram beneficiadas em 2021. O PAA na modalidade alimentos está presente em 263 municípios baianos, enquanto a modalidade leite marca presença em 89 municípios. Um alcance importante e fundamental para combater a fome no estado”, aponta Rose Pondé, superintendente de Inclusão e Segurança Alimentar da SJDHDS.

Em 2020, o PAA foi responsável pela distribuição de 4,9 milhões de quilos de alimentos e 5,5 milhões de litros de leite. Mais de 213 mil famílias foram beneficiadas por alguma das duas modalidades do PAA. O investimento, que chega a R$ 27 milhões, é fruto de convênio com o Ministério da Cidadania e conta com contrapartida do Governo do Estado. Em 2020, a SJDHDS entregou ainda 50 kits de equipamentos e veículos para os municípios fortalecerem a execução do programa.

Segunda etapa da campanha de vacinação contra gripe começa hoje

A segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe influenza começa hoje (11) e vai até o dia 8 de junho. Promovida pelo Ministério da...

Caso Atakarejo: vídeo mostra Ian gritando para não ser entregue aos traficantes: “eu não quero”

Um vídeo enviado ao Informe Baiano na noite de segunda-feira (10/05) mostra o momento exato em Bruno e Ian Barros da Silva, 29 e 19 anos, tio...

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia

Onze pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas esta manhã durante um ataque a uma escola na cidade russa de Kazan. O ataque foi feito por dois...

Polícia descobre plano de ataque à escola; suspeito queria homenagear autor do massacre de Suzano

A Polícia Civil de São Paulo prendeu hoje (10) um homem de 19 anos suspeito de planejar um ataque a alunos de uma escola no bairro de Americanópolis, na...