Cineasta visita Paulo Gustavo, relata melhoras e faz ‘textão’ emocionante

A cineasta Susana Garcia Capri visitou no domingo (18/04) o ator Paulo Gustavo, que está intubado desde o início do mês em decorrência de complicações da Covid-19. A diretora dos filmes Minha Vida em Marte (2018) e Minha Mãe É uma Peça 3 (2019) fez um relato emocionante em seu Instagram sobre o estado de saúde do artista.

Conforme, Susana a frequência respiratória de Paulo aumentou assim que ela começou a falar.

“Te perguntei se você estava me ouvindo e pedi pra você mexer a sua cabeça. Voê mexeu duas vezes e tentou abrir a boca. Fiquei de mão dada com você e pedi para apertar a minha mão e você apertou fraquinho. Naquele momento, eu percebi que você estava conectado comigo e me ouvindo”, escreveu Susana.

O relatório médico mais recente divulgado pela assessoria do humorista, na quarta-feira (14/04), revela que as “complicações pulmonares demandaram várias intervenções como broncoscopias e alguns procedimentos cirúrgicos”.

“A equipe médica esclarece que finalmente conseguiu sanar as fístulas bronco-pleurais identificadas. Nas últimas 48 horas também observamos a normalização da coagulação com o tratamento instituído e não mais detectamos sinais de hemorragias. A situação clínica do paciente, embora ainda crítica, traz à equipe profissional mais confiança em sua recuperação. Estamos cientes de que ainda temos um caminho pela frente. A dedicação e a experiência dos médicos e demais profissionais do hospital tem proporcionado o melhor tratamento ao paciente, seguindo o que há de mais atual conforme os principais centros hospitalares internacionais. O paciente permanece utilizando ventilação mecânica e ECMO.”

Leia abaixo o relato completo de Susana:

“Meu querido, ontem foi um dia muito especial com você. Assim que cheguei, comecei conversando com você e vi na hora que aumentou a sua frequência cardíaca e a respiratória. Te perguntei se você estava me ouvindo e pedi pra você mexer a sua cabeça. Voê mexeu duas vezes e tentou abrir a boca. Fiquei de mão dada com você e pedi para apertar a minha mão e você apertou fraquinho. Naquele momento, eu percebi que você estava conectado comigo e me ouvindo. Fiquei emocionada e com vontade de chorar, mas eu não podia chorar. Respirei fundo e comecei a falar coisas alegres. Disse o quanto você está se recuperando e como todos nós estamos com saudades. Falei o nome de cada um da sua família, o quanto eles te amam. Dea e Ju (mãe e irmã de Paulo) rezam o dia inteiro por você. Falei que o Thales está ali com você o todo o tempo. Que não desgruda de você. Todos os dias. O dia inteiro. E a medida que eu ia falando, eu perguntava se estava me ouvindo e você balançava a cabeça. Eu falei que os seus amigos rezam por você o dia inteiro. Falei do Brasil todo orando por você. Disse que você une as pessoas pelo afeto, pelo amor.

Você é mais amado do que você próprio imagina! Todos os enfermeiros e médicos conviveram com você por oito dias antes de ser intubado. E todos te adoram. É emocionante ver o carinho dos enfermeiros conversando e cuidando de você. E uma enfermeira me disse uma coisa que me emocionou: Ela falou que o comentário no hospital é que o dia que você sair, o corredor da UTI não será largo o suficiente pra receber todo mundo que estará te aplaudindo.

Eu não precisaria estar aqui escrevendo e te dizendo isso porque ontem você me ouviu. Mas são tantas pessoas torcendo por você, orando por você que me deu muita vontade de compartilhar essa alegria e o seu progresso com todo mundo. Escolhi essa foto porque rir e ser feliz com você é uma das coisas que mais sinto saudades. E sei que daqui a pouco estaremos assim novamente. Até já!”

 

Últimas Noticias

Trabalhadores nascidos em dezembro podem sacar auxílio emergencial

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em dezembro podem sacar,...