Vereador pede CEI para investigar empresas de ônibus de Salvador

O vereador Atila do Congo (Patriota) elevou o tom na tribuna da Câmara Municipal de Salvador, nesta terça-feira (27) para pedir a instalação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) com o intuito de investigar as empresas que oferecem o serviço de ônibus na capital.

Para o vereador, é inadmissível com o decorrer da pandemia da COVID-19, que desestabilizou o orçamento, especialmente, do público que utiliza ônibus na cidade, um aumento da tarifa. “Subiu a gasolina e tantos outros insumos para a sobrevivência básica do trabalhador, só não há aumento de renda. Os empresários dessas empresas de ônibus estão ricos e toda vez que há uma mobilização da categoria, em seguida, eles apertam o município e a passagem eleva o preço”, critica Átila.

O edil destaca a postura do prefeito Bruno Reis (DEM) e se solidariza com as tentativas de negociação. “Bruno não deve ceder a pressões e chantagens. Convido meus colegas a abrir uma CPI para investigar, uma auditoria junto ao Ministério Público na figura de Rita Tourinho”, cravou.

De acordo com a Lei Orçamentária Anual (LOA) vigente na cidade, o artigo 238 determina que o transporte deve ser condizente com a realidade da população. “Não é hora de aumentar nada”, apela Átila.

Programa Cred Salvador

O orçamento previsto para o programa Cred Salvador no valor de R$ 10 milhões deve ser revisto após visita da secretária da Fazenda, Giovanna Victer à CMS nesta terça (27).

Átila do Congo (Patriota) solicitou uma emenda conjunta para dobrar o valor para auxiliar a concessão do microcrédito para fomentar a economia local.

A estratégia prevê a contemplação de pessoas cadastradas em programas do Governo para microcrédito, no entanto, o vereador destaca que a cidade no porte de Salvador possui um enorme quantitativo de comerciantes informais desvinculados aos pacotes convencionais.

“É preciso rever a metodologia para captar o público alvo, a tia do cachorro quente, por exemplo, não é associada à cooperativa e foi tão afetada quanto ao trabalhador que possui algum vínculo como MEI. É preciso deixar acessível esse cadastrado partindo para a realidade do ambulante da cidade”, explicou o edil.

Átila reforça ainda que esses projetos devem ser ampliados para a rotina do comércio local, intensificando a distribuição de renda aos mais pobres.

Morre atriz Eva Wilma

A atriz Eva Wilma, 87 anos,  morreu neste sábado (15/05). Ela estava internada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e tratava um câncer de ovário. A artista...

Mulheres que atacaram 9 supermercados em Remanso são presas

Investigadores da Delegacia Territorial (DT/Remanso) prenderam, na sexta-feira (14), duas mulheres suspeitas de furtos em, pelo menos, nove estabelecimentos comerciais da cidade. Uma delas foi flagrada dentro...

Estudo investiga como começa e evolui o câncer de esôfago

Estudo inédito internacional sobre alterações epigenéticas de pacientes com câncer de esôfago constatou que os pacientes analisados, originários de diferentes regiões do mundo com alta incidência desse...

Cristo recebe iluminação para incentiva a vacinação contra a covid-19

O monumento do Cristo Redentor no Rio de Janeiro recebe, neste sábado (15), iluminação especial promovida pelo Movimento Unidos Pela Vacina. A ação, que acontecerá entre...