Marquinhos e Raulzinho pedem dispensa do pré-olímpico de basquete

A seleção masculina de basquete que disputará o pré-olímpico de Split (Croácia) sofreu mais duas baixas nesta sexta-feira (4). O ala Marquinhos, do Flamengo, e o armador Raulzinho, do Washington Wizards, da NBA (liga de basquete norte-americana), pediram dispensa ao técnico Aleksandar Petrovic, que os tinha incluído na convocação para treinos que antecedem o torneio que dá vaga aos Jogos de Tóquio (Japão) e será realizado entre 29 de junho e 4 de julho.

Raulzinho se manifestou por meio da assessoria de imprensa. Segundo a nota oficial, a liberação do armador foi solicitada “por motivos pessoais”. Marquinhos, por sua vez, anunciou a aposentadoria da seleção brasileira em publicação no Instagram.

Antes da convocação para os treinos, os alas Didi Louzada e Gui Santos pediram dispensa após a divulgação da pré-lista de 25 atletas. O primeiro, recém-contratado pelo New Orleans Pelicans, argumentou, via assessoria de imprensa, que teria de cumprir um planejamento de treinos com a franquia da NBA. O segundo, também por nota, explicou que o período de treinos visando o draft da liga norte-americana (evento no qual as equipes recrutam atletas de universidades e outros países) ocorreria na mesma ocasião do pré-olímpico.

A competição na Croácia será a única chance de classificação olímpica. A estreia, no próximo dia 29, é contra a Tunísia. No dia 30, a seleção anfitriã será a adversária. Os comandados de Petrovic têm de ficar, pelo menos, na segunda posição do grupo para avançarem às semifinais, onde terão pela frente Rússia, Alemanha ou México. Somente o campeão do torneio vai a Tóquio. Sem Marquinhos e Raulzinho, a delegação em Split será a seguinte:

Armadores: Georginho (São Paulo), Marcelinho Huertas (Tenerife, da Espanha), Rafa Luz (Nevezis-Optibet, da Lituânia) e Yago (Flamengo).

Alas-armadores: Caio Pacheco (Murcia, da Espanha) e Vitor Benite (Burgos, da Espanha).

Alas: Alex Garcia (Bauru) e Léo Meindl (Fuenlabrada, da Espanha).

Alas-pivôs: Bruno Caboclo (Limoges, da França), Lucas Dias (Sesi Franca) e Léo Demétrio (Flamengo).

Pivôs: Anderson Varejão (Cleveland Cavaliers, da NBA) Cristiano Felício (Chicago Bulls, da NBA), Lucas Mariano (São Paulo) e Rafael Hettsheimeir (Flamengo).

Municípios de Guanambi, Candiba e Pindaí são orientados a proibir realização de festejos juninos

O Ministério Público estadual, por meio da promotora de Justiça Tatyane Miranda, recomendou aos Municípios de Guanambi, Candiba e Pindaí que proíbam a realização de festejos juninos...

Saúde investe meio milhão de reais em requalificações do Samu Salvador em 2021

O período de pandemia exigiu ainda mais dos esforços do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Salvador para obter resolutividade satisfatória nos atendimentos de rotina e...

Receitas juninas: confira opções imperdíveis para fazer em casa

Pelo segundo ano, as festas juninas foram canceladas por causa da pandemia, mas não quer dizer que as comidas típicas não podem ser preparadas. Por isso, a...

Especialistas recomendam vacinas contra doenças mais comuns no inverno

O efeito do clima frio e seco nas mucosas do sistema respiratório e a convivência em ambientes mais fechados estão entre as razões que fazem do inverno...