Operação Chuva 2021 é marcada pela preservação de vidas

A Operação Chuva 2021, realizada anualmente entre março e junho, foi encerrada sem registro de ocorrências graves, atestando a eficácia das ações preventivas e emergenciais adotadas pela Prefeitura para eliminar e minimizar os efeitos causados pelas precipitações na capital baiana. O trabalho permanente, realizado sob a coordenação da Defesa Civil de Salvador (Codesal) e integrado com todos os órgãos que compõem o Sistema Municipal de Alerta e Alarme, tem deixado a cidade mais preparada para enfrentar deslizamentos de terra e desabamentos, sem perdas de vidas.

Entre 1º de março e 30 de junho, foram realizadas quase 5 mil vistorias em áreas de risco da capital. As principais foram referentes à orientação técnica (1.356); ameaça de deslizamento (1.277); ameaça de desabamento (1.038); e deslizamento de terra (3.650). O maior volume de ocorrências foi registrado nas áreas pertencentes às Prefeituras-Bairro Centro/Brotas (1.756); Liberdade/São Caetano (1.016); Subúrbio Ilhas (990); Cabula/Tancredo Neves (716) e Pau da Lima (694).

O Setor de Atendimento à Comunidade em Áreas de Risco (Sacar) prestou assistência à população atingida por fenômenos adversos durante a Operação Chuva, realizando os encaminhamentos de demandas relativas às situações resultantes de alagamentos, deslizamentos de terra e desabamentos. De março a junho, foram 1.454 cadastros foram feitos e encaminhados para a Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre) para a análise dos pedidos de benefícios eventuais, a exemplo de auxílio-moradia ou auxílio-emergência.

Ações preventivas – Como parte das ações preventivas, a Codesal aplicou quase 133 mil m² de lona plástica em 693 áreas desde 1º de janeiro, para a impermeabilização de terrenos de encostas. Além da colocação de lona, as equipes da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) realizaram serviços de capinação, roçagem, retirada de entulho, remoção de terra, lixo e limpeza de valetas. A manutenção da rede de micro e macrodrenagem, realizadas pela Secretaria de Manutenção da Cidade (Seman), também integra o escopo de ações contínuas.

Dentro do Projeto Casarões, realizado durante todo o ano, as vistorias já contabilizam 1.536 imóveis. Visando preservar vidas, as vistorias técnicas são realizadas a partir da avaliação de risco geológico ou construtivo, de forma a prevenir, proteger e preservar o bem-estar dos cidadãos. O processo se inicia por meio de solicitação pelo telefone 199.

Para capacitar as comunidades nas áreas de maior risco, ao longo do primeiro semestre, foram realizados oito Núcleos de Proteção e Defesa Civil (Nupdecs) Mirins nas comunidades de Nova Direta (Boa Vista do Lobato), Arraial do Retiro, Mamede (Alto da Terezinha), Bosque Real (Sete de Abril), Baixa do Cacau (Lobato), Voluntários da Pátria (Lobato), Daniel Lisboa (Brotas) e Vila Sabiá (Calçada), além de Nupdec para adultos em Dom Lucas (Castelo Branco).

Proteção dos cidadãos – Em abril, o mais chuvoso da Operação Chuva, foram acionadas nove sirenes do Sistema de Alerta e Alarme em oito localidades: Alto da Terezinha/Mamede, Castelo Branco/Moscou, Sete de Abril/Bosque Real, Calabetão, Bom Juá, Lobato/Voluntários da Pátria, Capelinha/Vila Picasso e São Caetano/Baixa do Cacau. Naquele período, 155 pessoas foram evacuadas de suas casas e conduzidas à abrigos instalados em nove escolas municipais das regiões atingidas.

As Gerências Regionais de Educação (GREs), da Secretaria Municipal de Educação, e os gestores das Prefeituras-Bairro colaboraram no abrigamento nas escolas municipais, que teve apoio ainda das lideranças comunitárias e voluntários dos Nupdecs. Os abrigos foram desocupados aos poucos, processo que se encerrou no dia 28 de abril.

Índice de chuvas – Este ano, o acumulado de chuvas em Salvador entre março a junho foi de 614,4mm, 37,17% inferior à média histórica do período, que é de 977,9mm, segundo dados aferidos pela estação pluviométrica de Ondina, operada pelo Inmet, e pelo o Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil (Cemadec). Em 2020, a mesma estação registrou 1.540,5 mm, cerca de 58% acima da normal climatológica.

O mês de maio foi o menos chuvoso dos últimos 29 anos em Salvador, contrastando com abril que apresentou um expressivo volume de chuvas. A expectativa, com base no histórico de precipitação de chuvas dos últimos 30 anos na capital, era de que chovesse 279,8 mm durante todo o quinto mês do ano. Em 2020, o índice registrado neste mesmo período foi de 454,2 mm. Este ano choveu apenas 119,0 mm.

Segundo o Cemadec, abril foi marcado por períodos de intensas chuvas na capital que ultrapassaram em quase o dobro a normal climatológica para o mês (295,7mm), como o registrado na estação da Base Naval de Aratu (533,2 mm).

Demais ações – Como política prioritária da administração municipal, nos últimos oito anos já foram destinados mais de R$220 milhões para proteção de áreas de risco, além dos aportes em tecnologia voltados à modernização da Codesal, que hoje conta com o moderno Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil (Cemadec), além pluviômetros, estações hidrológicas e sistemas de alerta e alarme.

Vistorias são realizadas diariamente a partir de demandas dos moradores ou de solicitações feitas por meio dos órgãos parceiros da Operação Chuva, buscando eliminar ou minimizar os efeitos do mau tempo.

Entre as ações preventivas, está a aplicação de geomantas para evitar deslizamentos de terra em áreas de risco. A cidade já conta com 210 proteções desse tipo, sendo que outras estão em execução. Em acréscimo, desde 2013, a capital baiana foi contemplada com 120 contenções de encostas, de acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra).

A atual estrutura do Cemadec passou a ter 15 Plataformas de Coleta de Dados Geotécnicos (PCD Geotécnica), compostas por pluviômetros e sensor de umidade em diferentes áreas da cidade. Com isso, amplia-se a precisão na emissão de alertas de risco de deslizamentos e antecipação das ações de prevenção dos impactos socioambientais.

Como parte da etapa de Alerta da Operação Chuva 2021, foi realizado o cadastro gratuito de qualquer cidadão que desejasse receber informações e avisos meteorológicos. A ação terá continuidade, bastando que o interessado envie SMS para o número 40199, informando apenas o CEP de residência.

Três mitos sobre a canela, a especiaria poderosa com inúmeros benefícios

É um dos alimentos chave das dietas. São associados múltiplos benefícios para o bem-estar e para a saúde. Porém, também lhe sãoa atribuídos muitos mitos. Falamos da...

Começam segunda-feira (26) inscrições para exame de certificação de estudantes concluintes do Ensino Médio de 2020

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia realizará, a partir desta segunda-feira (26), as inscrições para os exames de certificação dos alunos concluintes 2020 do Ensino...

Atlético-MG vence o Bahia e segue na cola da liderança

O Atlético-MG chegou a sua sexta vitória consecutiva no Brasileirão Assaí. Neste domingo (25), pela 13ª rodada da competição, o Galo derrotou o Bahia por 3 a...

Flamengo goleia o São Paulo de virada pela 13ª rodada do Brasileirão

Segundo tempo avassalador no Maracanã! Neste domingo (25), Flamengo e São Paulo se enfrentaram no Rio de Janeiro, pela 13ª rodada do Brasileirão Assaí, e balançaram as...