Volume de serviços na Bahia segue positivo e cresce 28,9% em maio

O volume de serviços na Bahia apresentou crescimento de 28,9% no mês de maio na comparação com o mesmo período do ano anterior. As informações com foco no segmento baiano, analisadas nesta terça-feira (13) pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan), constam na Pesquisa Mensal de Serviços, realizada pelo IBGE. Com relação à receita nominal de serviços, houve expansão de 31,1% na comparação com maio de 2020. 

A pesquisa revela que a abertura dos comércios de rua, shoppings centers, e retomada de aulas semipresenciais nas redes municipais contribuíram positivamente no setor e impulsionaram o crescimento do volume de serviços no mês de maio em 8,6%, na comparação com o mês imediatamente anterior.

“As pesquisas mais uma vez confirmam a gradual recuperação da nossa economia. Este resultado com certeza nos traz muito otimismo e nos leva a acreditar que ao final deste ano estaremos em uma situação ainda muito melhor do que nos encontramos hoje”, afirma o vice-governador João Leão, secretário do Planejamento.

Para Nelson Leal, secretário de Desenvolvimento Econômico, o setor de serviços é uma das mais importantes engrenagens da economia: “Temos firmado parcerias, por meio da Juceb e do nosso Serviço de Atendimento ao Empreendedor, para facilitar a abertura e Formalização de empresas na Bahia. Isto vai contribuir para o crescimento ainda maior do setor de Serviços”.

Destaques

Todas as atividades puxaram o volume de serviços para cima, com destaque, por ordem de magnitude, as atividades de Serviços prestados às famílias (217,8%), que contabilizou a segunda variação positiva consecutiva mais expressiva e maior alta da série iniciada em 2012. Essa atividade também apresentou resultado superior àquele observado no mesmo mês do ano anterior (-77,6%). Seguido pela atividade de Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (43,1%), que também, registrou a variação positiva significativa, maior alta da série iniciada em 2012, e a terceira variação positiva consecutiva para esse ano. A atividade de Outros serviços  (20,0%) marcou a segunda taxa positiva neste ano.  A atividade de Serviços profissionais, administrativos e complementares (6,4%) apresentou a terceira taxa positiva consecutiva neste ano, e Serviços de informação e comunicação que não apresentava resultado positivo desde maio de 2017(0,6%), volta a crescer abril (0,2%) e maio (4,5%).

A receita nominal de serviços na Bahia cresceu 31,1%, em relação ao mesmo mês do ano anterior. Todas as cinco atividades puxaram o volume de serviços para cima, com destaque, por ordem de magnitude, as atividades de Serviços prestados às famílias (202,6%), seguido por Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (43,2%), Outros serviços (21,0%), Serviços profissionais, administrativos e complementares (8,4%), e Serviços de informação e comunicação (7,2%).

Turismo

O volume das atividades turísticas em maio apresentou expansão de 200% na comparação com o mesmo período de 2020. A receita nominal do segmento para o mesmo período apresentou crescimento de 180,9%. Na comparação com o mês imediatamente anterior, a atividade apresentou crescimento de 52,6%, motivado principalmente pela abertura das praias em algumas cidades, medida que contribuiu para maior atração e movimentação de turistas no estado.