Três ciganos mortos e um preso após duplo homicídio de policiais no sudoeste baiano

Um cigano suspeito de participar da morte do tenente e do soldado da Polícia Militar, Luciano Libarino Neves, 34 anos, e Robson Brito de Matos, 30, respectivamente, foi preso em flagrante, na terça-feira (13/07), após dar entrada no Hospital de Base de Vitória da Conquista, no sudoeste do estado. Outros três homens, que seriam da mesma família do preso, entraram em confronto com a polícia e morreram. Eles não teriam participação no caso.

De acordo com a fonte do Informe Baiano, os ciganos mortos foram identificados como Ramon da Silva, Arlan da Silva Matos e Dalvan da Silva Matos.

Assim que o crime aconteceu, buscas foram iniciadas por equipes da PM e da Polícia Civil, em toda a região. A partir do levantamento de investigações e denúncias, policiais da 92ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Ronda Rural/Vitória da Conquista) chegaram no acampamento cigano e conduziram outros cinco integrantes da família que vivem no local para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) para prestarem depoimento.

O delegado Cléber Rocha Andrade, titular da Delegacia de Homicídios (DH) de Vitória da Conquista, explicou que um dos filhos do cigano recebeu informações através do Whatsapp que dois homens procuravam o local e alertou o pai. “Depois que o pai soube da presença dos PMs na região, ele saiu com outros filhos, identificaram e cercaram o carro dos PMs”, contou.

Andrade ainda informou que, a partir dos depoimentos colhidos, o homem foi autuado em flagrante por duplo homicídio qualificado, já com prisão preventiva solicitada a Justiça, além da prisão temporária de outros seis filhos do homem. “Esses homens estão sendo procurados pela polícia. Todas as denúncias estão sendo verificadas e podem ser enviadas através do Disque Denúncia da SSP ou do 190”, concluiu.

Outros suspeitos

Outros três homens suspeitos de participar dos homicídios foram encontrados com três revólveres, calibres 32 e 38, no município de Itiruçu, cerca de 200 quilômetros de Vitória da Conquista e no povoado de Lagoa das Flores. Na manhã desta quarta-feira (14) policiais da Companha Independente de Policiamento Especializado (CIPE/Central) entraram em confronto com uma dupla de criminosos, após terem fugido de um bloqueio montado na região. Eles atiraram contra os policiais que revidaram, foram feridos e não resistiram.

“Na zona rural de Conquista nós recebemos denúncias de populares sobre o esconderijo de outros suspeitos e rapidamente as equipes da 78ª CIPM encontraram os homens que também correram atirando e um deles foi ferido mas não resistiu”, contou o chefe do Comando de Policiamento Regional (CPR), coronel Ivanildo da Silva.

As armas apreendidas foram encaminhadas para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e a DH do município conduz as investigações para tentar localizar os outros responsáveis pelas mortes e a motivação do crime.