Covid-19: Secretário Leo Prates defende antecipação da segunda dose da Astrazeneca: ‘Reduz casos graves e internamento’

O secretário municipal da Saúde de Salvador, Leo Prates, defende a antecipação da segunda dose da Oxford/Astrazeneca no país. A medida, segundo especialistas que concordam aceleraria o processo de imunização, diminuiria casos graves da doença e de internamentos, além de inibir a circulação do vírus.

A proposta da Secretaria Municipal da Saúde de Salvador é impedir que as segundas doses recebidas antecipadamente do Governo Federal fiquem paradas, armazenadas esperando a data exata da dose de retorno do cartão vacinal (12 semanas) e que a antecipação seja feita apenas no período de 9 a 11 semanas, onde a eficácia cai muito pouco, passando de 80 para 72,3%. “Ainda assim maior que os índices de eficácia dos imunizantes CoronaVac (50,38%) e Janssen (66%). Dessa forma, teríamos mais pessoas protegidas com o esquema completo e evitaríamos vacinas armazenadas sem trazer nenhum benefício para a sociedade”, pontua.

“A estratégia ampliaria a segurança contra a variante delta do coronavírus que já está presente em mais de cem países, inclusive no Brasil. Estamos falando de uma variante que possui característica potencialmente agressiva e altamente transmissível. A eficácia da antecipação é corroborada também por estudo recente divulgado pela revista científica Nature, uma das mais importantes do mundo”, explica Prates.

A situação da capital baiana em relação a segunda dose chama a atenção: das 61 mil doses para serem utilizadas como D2, 48 mil delas só poderão ser utilizadas a partir do dia 22 de julho e de forma gradativa, obedecendo o quantitativo de pessoas aprazadas por dia.

“O grande problema é que os imunizantes encaminhados aos municípios para fechamento do esquema vacinal são “carimbados” pelo Ministério da Saúde, ou seja, sua utilização é recomendada para uso exclusivo do reforço vacinal, então, ficamos impedidos de utilizarmos de forma diferente. Se não podemos utilizá-los como primeira dose, a única alternativa é deixá-los guardados para serem usados no dia exato estabelecido no cartão vacinal de cada indivíduo”, disse o titular da Saúde.

Médico acusado de tentar matar ex-companheira em Jardim Armação tem prisão solicitada

O Ministério Público estadual, por meio do promotor de Justiça Davi Gallo, requereu nesta quarta-feira (04/08), à Justiça a decretação da prisão preventiva do médico Rodolfo Cordeiro...

Presente do Dia dos Pais pode trazer sorte na Nota Premiada Bahia

Os presentes de Dia dos Pais podem resultar em prêmios em dinheiro para os participantes da Nota Premiada Bahia. Os consumidores cadastrados no site www.notapremiadabahia.ba.gov.br que inserirem...

Bahia registra 1.906 novos casos de Covid-19 e mais 28 óbitos pela doença

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.906 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,2%) e 2.058 recuperados (+0,2%). O boletim epidemiológico desta quarta-feira (4)...

Dólar cai para R$ 5,18 em dia de decisão do Copom

Num dia de expectativa com a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o dólar teve leve queda, depois de subir para R$ 5,24 no início da...