MP oficiou Salvador mais uma vez sobre evento-teste

O Ministério Público estadual, por meio do Grupo de Trabalho para acompanhamento das ações de enfrentamento do coronavírus – GT Coronavírus, oficiou ontem, dia 19, a Secretaria Municipal de Saúde, questionando sobre a pertinência sanitária da realização deste evento-teste face ao cenário epidemiológico, ao prolongamento do avanço da campanha de vacinação e ante as orientações de manutenção do distanciamento social e demais medidas sanitárias, mesmo após a vacinação pela primeira dose, tendo em vista o eventual risco de contágio à população oriundo da aglomeração resultante do evento.

O novo documento leva em conta a resposta do Município ao primeiro ofício, onde informou que sobre a definição dos protocolos para a realização do evento teste, a iniciativa ainda está em fase de planejamento e conceituação, e indicou que as entidades que representam o setor (ABAPE, ABRAPE, ACEMA e APE) “apresentaram uma proposta com o formato e todos os protocolos necessários para a realização do evento de forma responsável, os quais ainda estão sendo avaliados pelo corpo técnico do Município”.

No que se refere ao evento em si, o Município informou que a proposta é de que ocorra no Centro de Convenções, em área aberta. Relativamente aos voluntários, indicou que todos seriam previamente testados, e que seria exigida comprovação de aplicação da primeira dose da vacina contra a COVID-19 em período mínimo de 20 dias, entre outras medidas de prevenção. Por fim, esclareceu que os demais detalhes seriam apresentados após a avaliação de todos os itens pelo corpo técnico da Prefeitura.

GT orienta fiscalização para evitar terceira dose da vacina

O GT Coronavírus, por meio da Nota Técnica 45 de 2021, orientou os membros que, resguardada sua independência funcional, atuem junto ao Poder Público para garantir os registros de aplicação de vacinas contra a Covid-19, questionando as medidas implementadas para evitar a duplicidade da vacinação e a aplicação da terceira dose. A nota recomenda ainda que os membros salientem aos gestores que os dados individualizados relativos à campanha de imunização estão disponíveis para consulta dos profissionais de saúde, que pode ser realizada a partir do CPF ou Cartão Nacional de Saúde (CNS) dos cidadãos, indicando a necessidade da implementação de fluxos com o objetivo de evitar a aplicação da terceira dose

Para expedir a nota, o GT levou em consideração as recentes notícias, veiculadas na imprensa, da aplicação irregular de terceira dose do imunizante, bem como a falta de evidências científicas a respeito dos efeitos da sua aplicação no organismo humano, nem da eventual combinação de imunobiológicos distintos. O MP considerou ainda que a administração da terceira dose implica na indisponibilidade deste material imunizante para a aplicação em quem de direito, conforme as diretrizes previstas no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a COVID-19 (PNO), podendo tal conduta ser considerada como ilícita, passível de responsabilização nas esferas administrativa, cível e penal.

Bahia registra 1.906 novos casos de Covid-19 e mais 28 óbitos pela doença

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.906 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,2%) e 2.058 recuperados (+0,2%). O boletim epidemiológico desta quarta-feira (4)...

Dólar cai para R$ 5,18 em dia de decisão do Copom

Num dia de expectativa com a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o dólar teve leve queda, depois de subir para R$ 5,24 no início da...

Convocados do Partiu Estágio devem apresentar documentação a partir desta quinta-feira (5)

A partir desta quinta-feira (05.08), os estudantes universitários selecionados pelo Governo do Estado para participar do Programa Partiu Estágio devem comparecer ao local indicado na convocação para...

Baianos atrasam na busca pela segunda dose da vacina contra a Covid-19; aplicação é fundamental para a proteção contra o vírus

Mais de 400 mil baianos não compareceram aos postos de vacinação para receber a segunda dose contra a Covid-19 dentro do prazo, comprometendo a imunização. Mesmo disponíveis,...