Vitória vence, mas não consegue evitar jogo de volta na Copa do Brasil

Nem parecia que o Náutico-RR estava perdendo em casa, pois o treinador Antonino Moreira e os jogadores do time roraimense pediam desesperadamente, aos 45 minutos do segundo tempo, o fim da partida. Após o apito final que decretou o triunfo do rubro-negro baiano em Boa Vista (RR), por 3 a 2, nesta quarta-feira (13), pela partida de ida da Copa do Brasil, o técnico explodiu de emoção. O motivo? Ter a chance de fazer a partida de volta, em Salvador, no dia 27 de abril.

Após um domínio avassalador nos 20 primeiros minutos de jogo, o Vitória parecia que iria ditar o ritmo da partida. Com boas infiltrações dos atacantes, principalmente de Marinho, o cara da partida. Ele marcou logo aos dois minutos após  receber pela direita, puxar o ataque em velocidade, e bater forte de perna esquerda. Aos 10 minutos Marinho fez de novo o segundo dele depois de uma falha clamorosa do goleiro adversário. O gol acordou o Alvirrubro. Após cruzamento de Wágner pela esquerda o zagueiro rubro-negro, Vinicius, tentou cortar e fez contra, diminuindo para o time roraimense.

Já no segundo tempo o Náutico-RR teve a grande chance de empatar a partida num pênalti sofrido aos 25 minutos, em uma nova falha do zagueiro Vinicius, que cortou a bola com a mão. Mas o alvirrubro não soube aproveitar a chance e o goleiro Fernando Miguel defendeu o pênalti. Aos 29 minutos, mais um gol de Marinho, o terceiro do artilheiro.

Quando tudo se encaminhava para classificação do Vitória, o time roraimense surpreendeu com um gol aos 43 minutos do segundo tempo. Romário de meia bicicleta, após falha de Fernando Miguel, colocou  fim ao placar da noite. Três a dois. A segunda partida entre Vitória e Náutico-RR vai ser no dia 27 de abril, no Barradão, às 19h30.

Últimas Noticias