FGTS aplica mais de R$ 60 bilhões em moradia, saneamento e urbanização em 2020

Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aplicou R$ 60,8 bilhões em operações de financiamento habitacional em 2020. Foram contratadas 420.713 moradias, que garantiram a casa própria a cerca de 1,7 milhão de pessoas em todo o País. Na área de infraestrutura urbana, foram cerca de R$ 843 milhões financiados, por meio dos programas Pró-Transporte e Pró-Cidades.

Os financiamentos foram feitos por meio dos programas Pró-Moradia (que integra o Programa Casa Verde e Amarela), Carta de Crédito Individual (CCI), Carta de Crédito Associativo (CCA), Apoio à Produção de Habitações, Pró-Cotista e Operações Especiais.

“É importante destacar que mais de 80% dos beneficiários do Programa Casa Verde e Amarela são cotistas do FGTS. Ou seja, as pessoas que constituem o fundo são aquelas mais beneficiadas quando vão adquirir sua casa própria. O MDR vem mantendo conversas constantes com o Conselho Curador do FGTS para melhorar ainda mais a efetividade dos recursos nos programas de interesse social”, observou o secretário nacional de Habitação, Alfredo dos Santos.

Saneamento
Na área de saneamento, foram contratados R$ 1,36 bilhão em investimentos do FGTS, por meio do Programa Avançar Cidades – Saneamento. O principal objetivo dos investimentos é a universalização dos serviços até 2033, garantindo que 99% da população tenha acesso a abastecimento de água e 90%, a tratamento e coleta de esgoto.

“Com o Novo Marco do Saneamento, a procura pelos recursos do FGTS vai aumentar bastante. É uma fonte que permite financiar tanto prestadores públicos como privados e que será fundamental para fazer frente ao enorme montante de investimentos que serão necessários para universalizar o saneamento no Brasil”, declarou o secretário nacional de Saneamento, Pedro Maranhão.

Técnicos do FGTS estimam, ainda, que os valores aplicados pelo Fundo em 2020 tenham gerado aproximadamente 1,7 milhão de empregos em 2020.

“Em um cenário macroeconômico marcado por restrições cada vez maiores ao investimento público, os investimentos do FGTS consolidam-se como ferramenta essencial para geração de emprego e renda e melhoria da qualidade de vida do trabalhador brasileiro”, destaca o secretário-executivo adjunto do MDR, Helder Melilo.

Números positivos
O FGTS apresentou lucro de R$ 8,4 bilhões em 2020, com receitas de R$ 33,4 bilhões e despesas de R$ 25 bilhões. Os ativos consolidados somaram R$ 33,4 bilhões e o patrimônio líquido (ativos menos as obrigações), R$ 113,1 bilhões. O Fundo de Investimento do FGTS (FI-FGTS), que financia projetos de infraestrutura, registrou patrimônio líquido de R$ 25,4 bilhões e rentabilidade de 4,6%.

Maria Marighella repudia ofensas misóginas do secretário Fábio Vilas-Boas à empresária Angeluci Figueiredo

A vereadora Maria Marighella (PT) repudiou as ofensas proferidas pelo secretário estadual de Saúde Fábio Vilas-Boas à empresária Angeluci Figueiredo, dona do restaurante Preta. “A violência contra...

João Paolilo: morre aos 102 anos comerciante mais antigo de Alagoinhas; deputado lamenta

O empresário João Paolilo F morreu nesta segunda-feira, aos 102 anos, em Alagoinhas. Ele estava em casa ao lado da família e era considerado uma importante liderança...

Comunidade quilombola de Bom Jesus da Lapa é capacitada em manejo de galinhas caipiras

Agricultores e agricultoras familiares da Comunidade Quilombola Rio das Rãs, do município de Bom Jesus da Lapa, participaram, na última sexta-feira (30), de capacitação sobre a criação...

Cadastro de Fornecedor do Estado passará a ser feito pela Internet

A Secretaria da Administração do Estado (Saeb) lança, nesta segunda-feira (2), o Cadastro Unificado de Fornecedores Digitalizado (CAF Digital). Com a nova ferramenta tecnológica, empresas e pessoas...