Eduardo Bolsonaro ameaça deputada baiana Professora Dayane

A presença da deputada federal Professora Dayane Pimentel no ato contra Jair Bolsonaro, na Avenida Paulista, em São Paulo, no domingo (12/09), irritou o filho 03 do presidente, Eduardo Bolsonaro.

A parlamentar participou da manifestação e fez diversas declarações. Em uma delas, afirma que “não aguentamos mais tanto assassinato de reputações, não aguentamos mais tanta ameaça à nossa democracia, não aguentamos mais tanta desunião, não aguentamos mais a miséria, o número de desempregados”.

Por meio do Instagram, o parlamentar de São Paulo postou várias imagens da líder do PSL baiano. Em dos registros, Dayane aparece ao lado do presidente com um alvo no rosto e a frase “TRAIDORA NIVEL HARD”. Em outra publicação, Eduardo divulga o print de um site bolsonarista que exibe a foto da deputada com seu marido, Alberto Pimentel. A música de fundo traz a seguinte frase: “Ô trairá, quem age assim acaba na alça de mira”.

Também no Instagram, Professora Dayane Pimentel, que coordenou a campanha de Jair Bolsonaro na Bahia, disse que o ato representa “falsos conservadores”e questionou: ““cristãos e patriotas” de bem defendem?”.

“O filho do Presidente da República postando uma imagem minha com o alvo no rosto. Para vencer as eleições de 2018 eles diziam que iam combater bandidos, mas hoje eles querem combater mulheres comprometidas com o país. Na falta de ter do que me acusar (pois não tenho funcionários fantasmas nem sou adepta da corrupção e milícias) o que sobra é esbravejar o ódio em cima de mim. Mulheres, pais de família e religiosos que concordam com essa imagem servem ao caos. Essa claque não consegue aceitar que eu NÃO ME VENDO e que continuarei combatendo cada um deles dentro dos meus princípios éticos e morais. Tomarei todas as medidas cabíveis dentro da lei”, escreveu Dayane nas redes sociais.

Últimas Noticias