Morte de adolescente após receber dose da Pfizer suspende vacinação

Vinculada ao Ministério da Saúde (MS), a Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, através da na Nota Técnica nº 40/2021, comunicou na manhã desta quinta-feira (16/09), “a revisão da recomendação para imunização contra COVID-19 em adolescentes de 12 a 17 anos, restringindo o seu emprego SOMENTE AOS ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS QUE APRESENTEM DEFICIÊNCIA PERMANENTE, COMORBIDADES OU QUE ESTEJAM PRIVADOS DE LIBERDADE”, conforme nota divulgada pela prefeitura de Salvador.

“Seguindo esta recomendação, a Prefeitura de Salvador suspendeu imediatamente a vacinação de adolescentes fora dos critérios estabelecidos, a partir de hoje (16). Atenção: Conforme a recomendação do MS, a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos que apresentem deficiência permanente, comorbidades ou que estejam privados de liberdade está mantida. Ou seja APENAS o público dentro deste perfil continua a receber o imunizante na capital baiana, nos seguintes locais: Drivers: 5º Centro de Saúde, Atakadão Atakarejo. Pontos Fixos: 5º Centro de Saúde, UBS Virgílio de Carvalho, USF Cajazeiras V e USF Vila Matos. A Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 do, subsidiada pela Câmara Técnica Assessora de Imunização da Covid-19 do MS, informou, ainda, que revisará, sempre que necessário, suas recomendações, com base em dados de segurança e na evolução das evidências científicas”, diz a gestão municipal.

Conforme uma fonte do Informe Baiano em Brasília, a medida ocorre após a morte de um adolescente após passar mal e morrer supostamente devido ao imunizante contra a covid-19 Pfizer. O caso está em investigação.

Últimas Noticias

Três foragidos da Justiça são presos pela PRF nas rodovias baianas em intervalo de 3 horas

Nesta quinta-feira (21), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu três homens foragidos da Justiça. Dentre as acusações estão, ...