Simm Mulher ofereceu 318 vagas a pessoas com deficiência

O Serviço de Intermediação de Mão de Obra (Simm) e o Serviço de Intermediação de Mão de Obra da Mulher Soteropolitana (Simm Mulher), este último idealizado pela vereadora Ireuda Silva (Republicanos), ofereceram 318 vagas à Pessoa com Deficiência (PCD). Na última sexta-feira (17), o órgão realizou o “Dia D” para atendimento exclusivo ao público.

“O SIMM Mulher surgiu baseado na crença de que políticas públicas de qualidade têm o poder de transformar vidas e, acima de tudo, transformar a realidade social. Desde a implantação do projeto, há mais de um ano, milhares de mulheres foram capacitadas e encaminhadas ao mercado de trabalho. Tornaram-se mais empoderadas, independentes e capazes de contribuir para tornar Salvador mais justa e igualitária”, pontua Ireuda.

O projeto é fruto de indicação de Ireuda e tem o objetivo de aumentar a inserção das mulheres no mercado de trabalho e movimentar a economia da capital baiana, cidade marcada por alto índice de desemprego e inúmeras desigualdades. O serviço também concede cursos de capacitação a distância com professores qualificados.

Participaram do “Dia D” a Alô Atendimento, Atento Cabula, Hospital Aristides Maltez, BS Tecnologia, Hospital da Bahia, Intermarítima, Só Servi, Tel Telemática, Instituto Isaac, Socializa, Labchecap, Gran Palladium, Fundação Dois de Julho, Hospital da Mulher, São Miguel e Soreto.

Últimas Noticias

O drama de ACM Neto e quem vai ao segundo turno na Bahia?

A última vez que teve segundo turno para o governo baiano foi em 1994, ano em que disputaram Paulo...