Prefeitura de Salvador oferta mais de 116 mil consultas e exames oftalmológicos aos beneficiários SUS

Cerca de 1,4 milhão de consultas e exames oftalmológicos. Esse é o número de procedimentos na área de oftalmologia ofertados por ano por meio da Secretaria Municipal da Saúde da capital baiana. Em média, são mais de 116 mil consultas e exames oftalmológicos disponíveis para os beneficiários SUS do município.
A rede é composta por 29 unidades contratualizadas, além dos postos que compõem a rede própria, como os Multicentros de Saúde, que realizam o atendimento gratuito aos moradores de Salvador.

A rede disponibiliza desde atendimentos ambulatoriais de pequena e média complexidade até acolhimento hospitalares e cirúrgicos, abarcando consultas médicas, exames específicos em oftalmologia e tratamentos do Programa de glaucoma, as cirurgias de catarata, dentre outros procedimentos.

Anualmente, a gestão municipal investe mais de R$ 71 milhões na assistência da rede de oftalmologia. Esse investimento supera em 176% o recurso que é alocado no Teto Orçamentário do município de Salvador pelo Ministério da Saúde e que está previsto pela Programação Pactuada e Integrada – PPI para cobertura da especialidade da oftalmologia, expressando o empenho da gestão municipal em viabilizar o acesso do usuário à rede, em respeito aos princípios preconizados pelo SUS.

“Temos como prioridade na gestão municipal a expansão da oferta de serviços de oftalmologia. Para assegurar a assistência integral da especialidade para todos os soteropolitanos, alocamos um valor significativo de recursos próprios para ampliar o acesso aos exames, consultas, tratamentos e demais procedimentos relacionados à oftalmologia ”, explicou Leo Prates, secretário municipal da Saúde.

Catarata

Dentro da especialidade de oftalmologia, é relevante destacar o atendimento prestado aos pacientes com catarata no município. O único tratamento curativo da catarata é o cirúrgico e consiste em substituir o cristalino opaco por prótese denominada de lente intraocular.

Em 2019, o município realizou 25 mil cirurgias de catarata. Esse ano, mesmo com o cenário de pandemia, foram efetuados mais de 20 mil procedimentos. A expectativa é realizar até o final de 2021 outras 5,2 mil cirurgias. A SMS investe mais de R$ 23 milhões por ano para execução desse tipo de cirurgia na cidade, recurso que ultrapassa em 378% o valor alocado pelo Ministério da Saúde no município de Salvador.

“Durante a pandemia, houve uma redução da produção de procedimento eletivos em todo o país. No entanto, a Prefeitura de Salvador segue com ampla oferta de cirurgias de catarata na cidade. Entendemos a importância desse procedimento por esse motivo continuamos aplicando um volume de investimento três vezes superior ao valor alocado pelo governo federal no setor em nossa cidade”, finalizou Prates.

Últimas Noticias

Ladrão que estava furtando lojas no Centro de Alagoinhas é localizado

Um homem acusado de furtar no Centro de Alagoinhas foi preso nesta sexta-feira (15), após policiais da Delegacia de...