Salvador adotará modelo de construção de pequenas arenas poliesportivas nas comunidades

O modelo de descentralização de pequenas arenas multiesportivas para utilização nas comunidades da periferia será importado para Salvador. O anúncio foi feito pelo secretário municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer de Salvador, Kiki Bispo, nesta quinta-feira (30), último dia da comitiva soteropolitana em Fortaleza.

Desde a segunda-feira na capital cearense, a comitiva baiana visitou diversos equipamentos esportivos, se reuniu com representantes dos poderes públicos nas mais diversas instâncias e estudou projetos e iniciativas de sucesso implementadas para a população.

Para Kiki Bispo, a troca de experiências entre as capitais nordestinas trará frutos positivos tanto para Fortaleza quanto para Salvador. “A capital cearense é referência em investimentos em esportes e lazer. Foi uma experiência riquíssima em que pudemos aprender muito e também falar sobre as ações que estamos desenvolvendo. Vamos levar esse modelo exitoso de construção pequenos complexos esportivos nas comunidades para Salvador. Dá muito certo. O esporte inclui socialmente, traz o jovem para perto, dá perspectivas e afasta nossas crianças e adolescentes da marginalidade. Estamos retomando as ações com o arrefecimento dos números da pandemia e vamos investir cada vez mais porque acreditamos no potencial transformador que tem a prática esportiva, principalmente quando falamos de comunidades carentes, afirmou Kiki Bispo.

Também na comitiva que está no Ceará, o gerente de Esportes da Prefeitura de Salvador, Rafael Seara, enalteceu o modelo fortalezense de investir nas mais diversas práticas esportivas. “Nos últimos três dias, tivemos contato com muitas iniciativas interessantes, que já vínhamos monitorando e estudando há algum tempo. Vamos continuar nos aprofundando nesses projetos, analisando o que podemos adaptar para continuarmos avançando cada vez mais”, declarou.

Projetos monitorados

A comitiva baiana, na noite de quarta-feira (29) participou da abertura da Olimpíada da Juventude de Fortaleza, no Espaço Cuca Barra a convite do prefeito da capital, José Sarto Nogueira.
Na terça-feira (27), a equipe da Prefeitura de Salvador visitou o Estádio Castelão, conheceu o Centro de Formação Olímpica de Fortaleza e as arena esportivas das comunidades Lagoa do Zeza e do Murilão, além de reunião com o secretário municipal de Esportes e Lazer de Fortaleza, Ozires Pontes.
Na segunda, a comitiva discutiu políticas públicas com o secretário estadual de Esporte e Juventude, Rogério Nogueira Pinheiro.

O titular da pasta de Esportes e Lazer soteropolitana enalteceu, ainda, a força de atividades paralímpicas, dos Jogos estudantis e das Olimpíadas da Juventude na capital cearense. “Quando a gente fala de esporte como ferramenta de transformação passa pelo fortalecimento das políticas transversais. Queremos dar opções para todos, do jovem ao idoso, tenham a oportunidades de aproveitar as políticas que estamos desenvolvendo em Salvador”, arrematou.

Últimas Noticias