Comunicador Jones Manoel lança  o livro Revolução Africana em Salvador

Conhecido pelos seus vídeos no Youtube onde debate política e filosofia, o historiador e comunicador pernambucano Jones Manoel realiza, desde 15 de setembro, um giro por diversos Estados do país para promover debates e lançamentos dos livros da coleção Quebrando as Correntes.

Em Salvador, o livro será lançado na próxima quarta-feira (6), às 18h, no Espaço Glauber Rocha, na Praça Castro Alves, no Centro.

Iniciativa de editora Autonomia Literária, a coleção Quebrando as Correntes conta já com títulos como “Revolução Africana – Uma antologia do pensamento marxista” e “Raça, classe e revolução – A luta pelo poder popular nos Estados Unidos”, que fortaleceram o debate sobre marxismo e questão racial no Brasil a partir de textos inéditos em português de autores africanos e organizações estadunidenses.

Raça, classe e revolução: a coalizão arco-íris

Publicado em 2020 e organizado por Jones Manoel e Gabriel Landi, “Raça, classe e revolução – A luta pelo poder popular nos Estados Unidos” traz uma coleção de artigos produzidos por organizações radicais dos Estados Unidos, como o Partido dos Panteras Negras, a organização chicana Boinas Marrons, a organização de porto-riquenhos Young Lords, a organização de migrantes brancos pauperizados Young Patriots e outros movimentos de povos de origem asiática e indígena nos EUA.

Esses movimentos se agruparam em 1969, formando a chamada “Coalizão Arco-íris”, por iniciativa do líder dos Panteras Negras de Chicago, Fred Hampton, cuja vida recentemente foi para as telas de cinema no filme “Judas e o Messias Negro” (2021), dirigido por Shaka King.

A coalizão chegou a incluir, além dos Panteras Negras e as organizações citadas, o movimento Estudantes por uma Sociedade Democrática (SDS), o Movimento Indígena Americano e o Partido dos Guardas Vermelhos, organização de jovens chineses-americanos. Sob o guarda-chuva da coalizão, as organizações passaram a cooperar em suas manifestações, greves e demandas, e chegaram a organizar tratados e acordos para pôr fim à criminalidade e violência entre gangues nas comunidades pobres dos Estados Unidos.

Últimas Noticias