Sindicato faz paralisação em favor de Dilma e povo fica sem ônibus

Conforme anunciado nesta quinta (14), o Sindicato dos Rodoviários não permitiu a saída dos ônibus hoje e o serviço só deve ser normalizado por volta de nove horas da manhã. Os veículos vão permanecer nas garagens até 8 horas. O ato é em apoio ao “dia nacional em defesa da democracia e contra o golpe”, proposto pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), em favor da presidente Dilma Rousseff. O transporte complementar circula em alguns bairros.

Últimas Noticias