Feminicida é preso após mulher não sobreviver a espancamento em Cravolândia

Uma ação conjunta entre equipes da Delegacia Territorial (DT) de Cravolândia, 9ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Jequié) e da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (Cati) daquela cidade, resultou na prisão o autor do feminicídio de Clemilda Lima dos Santos, na quarta-feira (20). O homem teve o mandado de prisão preventiva cumprido em Cravolândia.

A vítima estava grávida e foi espancada pelo homem no dia 10 deste mês, no povoado de Piabinha, zona rural de Cravolândia. Cinco dias depois, o feto de 28 semanas não resistiu, em uma unidade de saúde de Jequié. A mãe morreu também em decorrência das agressões no mesmo hospital, horas antes da prisão do autor, na madrugada de quarta-feira (20).

A titular da DT/Cravolândia, delegada Grazziele Quaresma, destacou a responsabilização do autor. “Trata-se de um feminicídio qualificado, observando que ele poderá ter a pena agravada pelo fato da vítima estar gestante, no momento das agressões. Ela chegou a ser socorrida por vizinhos, que a encontraram ferida na residência onde morava”, lamentou.

O homem passou por exames de lesões e está à disposição do Poder Judiciário. O inquérito policial está na fase conclusiva.

Últimas Noticias

Porto Seguro: Operação apura esquema de venda de licenças na gestão de Cláudia Oliveira

Em ação conjunta, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Ministério Público do Estado da Bahia, por meio do GAECO/BA,...