Reunião sobre cassação de Ricardo Barros e Luís Miranda é convocada

O presidente do Conselho de Ética da Câmara Federal, deputado Paulo Azi (União Brasil/DEM), convocou reunião do colegiado para votar, nesta quarta-feira (03/11), os processos por quebra de decoro contra os parlamentares Ricardo Barros (PP) e Luís Miranda (União Brasil/DEM). Na reunião, os relatores Cezinha de Madureira (PSD-SP) e Gilberto Abramo (Republicanos-MG), vão apresentar seus relatórios, que serão discutidos e votados.

A representação contra Barros, feita pelo PSOL, decorre do depoimento de Luís Miranda à CPI da Covid. Segundo ele, o presidente Jair Bolsonaro teria dito que Barros queria fazer “rolo” no Ministério da Saúde. O PSOL pede a cassação do mandato de Barros.

Já a representação contra Miranda foi feita pelo PTB, que considera que o parlamentar agiu de má-fé ao denunciar “um suposto crime cometido por agente do Estado, apontando suposto superfaturamento a fim de prejudicar a imagem e imputar crime ao presidente da República e ao ministro da Saúde à época, o general Eduardo Pazuello”. O partido também pede a cassação do parlamentar.

Paulo Azi destacou que ambos os processos têm seguido todos os ritos legais. “Estamos executando todos os prazos legais e garantindo aos parlamentares o cumprimento do príncipio do contraditório e da ampla defesa, para que apresentam suas respectivas sustenções aos processos”, afirmou.

Últimas Noticias

Perseguição da PRF termina com prisão de ladrão que aterrorizava em Eunápolis

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um homem de 21 anos que estava foragido da justiça por roubo qualificado...