Somos contra o calote e a irresponsabilidade fiscal, diz Professora Dayane

A deputada federal Professora Dayane Pimentel usou o Twitter para esclarecer que os deputados que votaram contra a PEC 23/2021, aprovada durante a madrugada desta quinta-feira (4), não são contra o Aúxilio Brasil, mas sim contra o calote e a irresponsabilidade fiscal, que permeiam o texto da proposta de emenda constitucional aprovada em 1º turno.

Para a deputada, “os bolsonaristas e o centrão mentem na cara dura” ao alegarem que os contrários à PEC são contra medidas de assistência à população mais carente.

“Bolsonaristas e Centrão mentem na cara dura ao alegarem que deputados que votaram contra a PEC 23 são contra o Auxílio Brasil. MENTIRA! Somos contra o calote e a irresponsabilidade fiscal. Sigo, pois não tenho medo de gente desinformada. Busco ser antítese da ignorância e não cúmplice”, disparou a deputada.

Asfixia econômica
Segundo Dayane, a Câmara optou por “estrangular ainda mais o Brasil” com a medida que fura o teto de gastos e pode afetar a inflação, o dólar e o emprego.

“Não tem emendas ou cargos que me façam votar de forma irresponsável. As consequências da PEC 23 serão inevitáveis. O populismo tomou conta de um governo que além de não se sustentar, quebra o país”, disse Pimentel

Últimas Noticias

Trabalhadores do setor aéreo cancelam greve programada para dia 29

O sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) informou hoje, em comunicado, que funcionários do setor aeroviário decidiram, em votação online,...