Avião de Marília Mendonça foi interceptado pela Anac por fazer táxi-aéreo clandestino

A cantora Marília Mendonça já voou em 2018 num avião interceptado por fazer táxi aéreo clandestino. Em maio daquele ano, a Agência Nacional de Ação Civil (Anac) interceptou um avião que transportava a cantora e a equipe no aeroporto de Jundiaí (SP).

A aeronave foi contratada pela empresa Workshow Produções Artísticas, produtora responsável também pela dupla Maiara e Maraísa, que segundo a Anac também teve o avião contratado de prefixo PP-BEE interditado.

Naquela época, a Anac deflagrou uma operação de combate ao serviço de táxi-aéreo clandestino em Jundiaí (SP), onde a cantora faria um show com a dupla Maiara & Maraísa. Segundo a agência, a empresa dona do avião não tinha autorização para fazer táxi-aéreo e não poderia cobrar pelo serviço.

Foto: Reprodução/Anac

Avião com Marília Mendonça cai e cantora é resgatada

Últimas Noticias