Sete incorporadoras investigadas por venda irregular de imóveis em Salvador e Lauro

Uma operação interagências deflagrada, na quarta-feira (10), pela Delegacia de Defesa do Consumidor (Decon), com o Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), apura denúncias de irregularidades em negócios imobiliários, em Salvador. As equipes estiveram em diversos canteiros de obras e sedes das empresas nos bairros do Costa Azul, Stiep, Comércio, nas Avenidas ACM e Luís Viana Filho, além do município de Lauro de Freitas.

Sete incorporadoras foram apontadas pela Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (Ademi-BA) como responsáveis pela negociação irregular de imóveis, em diversos empreendimentos na capital baiana. Nas empresas, foram fiscalizadas a regularidade da obra, por meio de alvarás e licença, a possibilidade de propaganda enganosa e outros crimes contra a economia popular, que se traduz na venda de imóveis sem os documentos necessários e obrigatórios.

Durante as ações, as equipes da Decon arrecadaram documentos e materiais de publicidade que serão analisados. Representantes das incorporadoras foram notificados a comparecerem na unidade especializada para prestarem esclarecimentos.

Últimas Noticias

Inflação medida pelo IPC-S sobe para 1,08% em novembro, diz FGV

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), registrou inflação de 1,08% em...