Deputada Lídice da Mata cobra do ministro da Educação resolução para crise do Enem

Foto: Sérgio Francês

A deputada federal Lídice da Mata (PSB/BA) fez duras críticas ao comportamento e posicionamento do ministro da Educação, Milton Ribeiro, quanto à crise no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que elabora as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e cobrou uma ação para a normalização do processo seletivo, durante audiência na Comissão de Educação da Câmara, na manhã desta quarta-feira (17).

Na reunião, Lídice também ressaltou a iniciativa dos parlamentares oposicionistas que, juntamente com ela, protocolaram no Tribunal de Contas da União (TCU) um pedido de afastamento do então presidente do Inep, Danilo Dupas Ribeiro; e aproveitou para salientar que é preciso uma investigação e prestação de esclarecimentos à sociedade brasileira sobre as denúncias de assédio moral feitas a Danilo. “A crise existe e é real. São 37 pessoas que pediram exoneração do cargo. Podem ser 1000 funcionários, pouco importa. São 37 pessoas que pediram, ao mesmo tempo, exoneração. São funcionários relacionados diretamente com a prova do Enem”, alertou.

A deputada destacou ainda a importância de responder à sociedade quanto à confiança na realização da prova do Enem. Segundo ela, o motivo dos pedidos de exoneração seriam as pressões por parte do Governo para alterar o conteúdo da prova do Enem por motivos ideológicos. “Precisamos dar respostas objetivas à sociedade brasileira e aos pais de família que estão aguardando um posicionamento sério do instituto que é responsável pela realização da prova do Enem de seus filhos”, concluiu.

Últimas Noticias