Motorista de van escolar que estuprou e matou adolescente condenado a 37 anos de prisão

O motorista de uma van escolar foi condenado, nesta quarta-feira (17), a 37 anos de prisão em regime fechado acusado de ter estuprado e matado uma adolescente de 15 anos, em Catuípe, no noroeste do Rio Grande do Sul.

Conforme o G1, o crime aconteceu em março de 2019, quando o motorista violentou e matou Maria Eduarda Zambom, após pegá-la de carro para levá-la à escola. A jovem foi considerada desaparecida após ter embarcado no carro do homem, e seu corpo foi encontrado no dia seguinte, com sinais de asfixia.

O homem foi condenado pelo homicídio cinco vezes qualificado, estupro e ocultação de cadáver. Na época do crime, ele chegou a ser hospitalizado com ferimentos no pescoço e no peito.

Em abril de 2019, ele teve alta e foi preso. Em depoimento, ele negou o crime e apresentou duas versões distintas. Em uma delas, disse que um motorista armado o perseguiu, o ultrapassou e o teria obrigado a asfixiar a jovem, e depois teria cortado o pescoço do motorista com uma faca.

Questionado pela polícia, ele mudou a versão e disse que a adolescente teria morrido por overdose. Que ela teria forçado ele a entrar com ela no mato, para que ela consumisse drogas, ameaçando inventar fatos sobre ele. Porém, o laudo da perícia constatou que, além da morte por asfixia, o réu estuprou a vítima.

Últimas Noticias

Mês de novembro apresenta menor número de mortes do ano

O mês de novembro de 2021 apresentou o menor número de mortes violentas no ano, na Bahia, além da...