Novembro negro: live, alvorada e amarração dos Ojás marcam a sexta-feira (19), em Lauro de Freitas

A importância de discutir ações de combate ao racismo e a intolerância religiosa, os avanços na luta do povo negro e a celebração da cultura afro-brasileira foram intensificadas em Lauro de Freitas durante o Novembro Negro. Nesta sexta-feira (19) acontecerá a live intitulada “Saúde da população negra: perspectivas e desafios”, às 10h, no canal do YouTube da Prefeitura Municipal. Logo depois, às 16h, será a vez do encontro dos povos e comunidades tradicionais, alvorada e amarração dos Ojás, no Terminal Turístico Mãe Mirinha de Portão.

A transmissão ao vivo, que abordará as principais doenças que acometem o povo negro e debaterá outros temas importantes acerca da saúde desta parcela da população, contará com a participação da Coordenadora do Comitê Técnico Estadual de Saúde da População Negra, Ubiraci Matildes de Jesus; Iris Neide da Natividade, membro da coordenação e controle e avaliação do serviço de saúde; Gilmara Bittencourt, pesquisadora da temática de Gênero, raça e políticas de saúde; além de Cláudio Reis, coordenador de ações programáticas e estratégias da Secretaria Municipal de Saúde de Lauro de Freitas (Sesa).

Resistência e luta contra o preconceito darão o tom da amarração dos Ojás. Segundo Aline Oliveira, superintendente de Promoção da Igualdade Racial, o momento será também para dizer um basta ao racismo religioso. “É um ato de afirmação da ancestralidade e de reafirmar a paz e amor ao próximo”, ressaltou. Ela comentou ainda que o Novembro Negro é para atender a diversidade social e identitária do município. “Compreendemos que precisamos atender a essa diversidade, no sentido de evidenciar a nossa pluralidade cultural, porque a gente entende que o combate ao racismo também está interligado a evidência dessas diversidades”, completou.

A agenda especial do mês da consciência negra tem como tema “Territórios de Identidades: Resistência Ancestral” e conta com uma série de atividades online e presenciais. Com início no último dia 12, as ações seguirão até o dia 30 com diversas realizações, como: a Live da Resistência – A Cor da Cidade, Bate Papo com Mestres de Capoeira, roda de capoeira, expoafro e mais.

A agenda especial do Novembro Negro em Lauro de Freitas é promovida pela Secretaria Municipal de Políticas Afirmativas, Direitos Humanos e Promoção da Igualdade Racial (SEPADHIR), por meio da Superintendência de Promoção da Igualdade Racial, com apoio do Conselho de Promoção de Igualdade Racial do município.

Últimas Noticias

João Leão dá as mãos a Otto, Rui e Wagner e prega vitória em primeiro turno em 22

O vice-governador João Leão fez um forte discurso durante a inauguração da ponte entre Barra e Xique-Xique, que leva...