Música, exposições e rodas de conversa marcam o Dia da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra, celebrado neste sábado (20), está movimentado com ações e atrações do Novembro Negro, promovidas ou apoiadas pelo Governo do Estado. Com concentração às 7h, na sede da Unegro, será aberta a 13ª Lavagem da Estátua de Zumbi dos Palmares, no Pelourinho, em homenagem ao ícone da luta contra a escravidão. Às 15h, o Museu de Arte Moderna (MAM-Bahia) sedia conversa sobre ‘Quilombo do Cabula/Beiru’.

Já na Sala do Coro do Teatro Castro Alves, Mateus Aleluia vai apresentar a palestra musical ‘O Canto dos Recuados’, a partir das 20h. Para entrar no Complexo do TCA é necessária a apresentação do cartão de vacinação contra Covid-19. O evento será transmitido pelos canais do Youtube da Senzala Cultural e TV UFRB.

A roda de conversa ‘Beiru e o Antigo Quilombo do Cabula: um lugar de resistência’ terá entrada gratuita na Galeria 3 do MAM, neste sábado (20), às 15h. A iniciativa é da Pinacoteca do Beiru que participa do ‘Programa de Residências Artísticas do MAM’ desde outubro deste ano e prossegue até 9 de janeiro de 2022.

A apresentação e condução do bate-papo é do professor e pesquisador Luciano Silva, especialista em História Pública, professor de História da rede de educação privada e criador do perfil ‘Salvador em Fatos e Fotos’ no instagram. Luciano também é pesquisador e agitador cultural do samba junino e outros gêneros musicais no Beiru, além de músico e cantor.

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Os demais museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultura da Bahia (Ipac) também estão oferecendo diversas ações em homenagem ao Novembro Negro. A campanha é importante para as lutas e mobilizações pela afirmação do povo negro, combate ao racismo, à intolerância religiosa e a garantia dos direitos. Dentre as atividades, todas gratuitas, com exceção do Cinema do MAM, estão recital de piano, oficinas, palestras, exposições, concerto e debates.

Em Lençóis, na Chapada Diamantina, a Fundação Pedro Calmon (FPC) apresenta mais uma edição do projeto O Violão e a Palavra, com Lazzo Matumbi. A programação contempla lançamentos de livros, palestras e oficinas, no Centro Cultural da cidade, nesta sexta-feira (19) e sábado (20).

De acordo com o diretor da FPC, Zulu Araújo, O Violão e a palavra tem por intuito fortalecer o diálogo da literatura e poesia com a música, reunindo pessoas que gostam de um papo divertido e animado, tendo a relação da palavra com a música como tema, “promovendo um encontro de arte e cultura para os amantes de literatura, leitura e música”. Lazzo Matumbi encerra a programação neste sábado (20), às 22h30.

MAB Literário

No Museu de Arte da Bahia (MAB), neste sábado (20), será realizado o MAB Literário, em um encontro das autoras Lilian Almeida e Helena Nascimento, com o poeta Elenilson, do coletivo Sur’art, para apresentar suas obras e debater a importância desta data. No mesmo dia, às 17h30, acontece o Recital de Piano a 4 mãos, com os músicos Tamara Pitágoras e Luis Carlos Sanches.

Foto: Paula Fróes/GOVBA

No dia 24, às 18h, com algumas peças de autores negros no repertório, os músicos do MAB Lírico apresentam um concerto especial para comemorar o Novembro Negro. Neste mesmo dia, entra em exibição, no instagram do MAB, a exposição virtual com fotos de Voltaire Fraga, que fazem parte do acervo do museu, retratando as baianas e seu cotidiano.

MAM

Já o MAM participa do Novembro Negro ancorado no ‘Programa de Residências Artísticas’. Desta vez, convidou a Pinacoteca do Beiru. O bairro, localizado entre o Cabula, Avenida Paralela, Mata Escura, Sussuarana e Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, tem mais de 80% da população autodeclarada afrodescendente.

O ateliê da Pinacoteca do Beiru, montado no MAM, está aberto para visitação gratuita de terça a sexta-feira, das 13h às 17h. A residência artística também faz atividades pontuais, como as ‘Oficinas de Artes para Crianças’ aos domingos, com duas turmas gratuitas: das 15h às 16h e das 16h às 17h.

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Além disso, o MAM continua com a exposição ‘O Museu de Dona Lina,’ de terça a domingo, das 13h às 17h, onde são exibidas obras de dezenas de artistas afrodescendentes baianos e nordestinos. No site do MAM há também a ‘visita virtual’ à exposição em cartaz e o ‘Catálogo do MAM’ para uso universal.

Palacete das Artes

Até 30 de janeiro de 2022, o Palacete das Artes sedia a exposição do 8º Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger, promovido pela Fundação Cultural do Estado. O prêmio homenageia o legado do fotógrafo, etnólogo, antropólogo e pesquisador francês que viveu grande parte da vida na cidade de Salvador.

Nesta 8ª edição, Carolina Krieger (SC) foi premiada na categoria ‘Ancestralidade e Representação’; Washington da Selva (MG) na categoria ‘Questões Históricas’; e Hirosuke Kitamura foi ganhador do prêmio ‘Livre Temática e Técnica’. O baiano Diego Sei recebeu o Prêmio Residência Artística, realizado na ilha de Boipeba.

Foto: Diego Sei

Além dos premiados, estão na exposição os artistas fotógrafos Bauer Sá (Corpos, cadeira e luz), Lita Cerqueira (Bahia de Yayá e Yoyô), Vanessa Pataxó (Anemãvey Pataxó – Casamento Pataxó), Rodrigo Masina Pinheiro e Ton Zaranza (Não leve flores), Renata Voss Chagas (Prova de Contato), o Duo Paisagens moveis de Maria Vaz e Barbara Lissa (Quanto tempo dura uma tonelada), Paula Sampaio (Sob a pele ossos da memória), Anna Menezes (Corpos Sedimentados), Uiler Costa (A cosmologia da maré baixa – Coroas), Adriano Machado (Estudos sobre natureza-morta) e André Lago (Caiporas).

Lançado em 2002, o Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger vem se consolidando ao longo dos anos como uma das principais premiações na área do país.

Programação

Sala do Coro do Teatro Castro Alves
20.11, às 20h – ‘O Canto dos Recuados’ com Mateus Aleluia.

Museu de Arte da Bahia

20.11, às 14:30 – MAB Literário: Encontro das autoras Lilian Almeida e Helena Nascimento com o poeta Elenilson, do coletivo Sur’art, para apresentar suas obras e debater a importância desta data.
20.11, às 17h30 – Recital de Piano a 4 mãos com os músicos Tamara Pitágoras e Luis Carlos Sanches.
24.11, às 18h – MAB Lírico: Concerto com algumas peças de autores negros e cantos de orixás.
24.11 – Exposição virtual no Instagram do MAB (@museudeartedabahia) com fotos de Voltaire Fraga retratando as baianas de acarajé.

Palacete das Artes

Até 30.01 – Exposição do 8º Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger.

Museu de Arte Moderna da Bahia

Até 30.11, 13h às 17h – Exposição ‘O Museu de Dona Lina’.
Até 30.11, 13h às 17h – Visitação pública ao ‘Programa de Residências Artísticas do MAM: Ateliê Pinacoteca do Beiru’.
Até 21.11 – ‘Oficinas de Arte Pinacoteca do Beiru no MAM’. 2 turmas: das 15h às 16h e das 16h às 17h por ordem de chegada.

Últimas Noticias