Quatro mortos em Águas Claras

Uma troca de tiros entre traficantes com uma família feita refém e intervenção da Polícia Militar terminou com quatro mortos, nesta segunda-feira (22/11), no bairro de Águas Claras, em Salvador.

A ocorrência foi iniciada por volta das 3h.

A PM afirmou em nota enviado ao Informe Baiano que policiais militares da 3ª CIPM com apoio da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT) Rondesp Central foram acionados, por volta das 4h, para atender uma denúncia de disparos de arma de fogo na localidade do Loteamento Condor. Fotos enviadas ao IB por moradores mostram que os criminosos estavam com jaquetas do Exército e pistolas.

“Quando chegaram ao local, as guarnições foram recebidas por disparos de arma de fogo. Em seguida, após cessarem os tiros, os militares adentraram a localidade e encontraram quatro pessoas caídas ao solo, as quais foram socorridas para o Hospital Eládio Lasserre. A unidade está realizando rondas no local”, finaliza a PM. Uma mulher também deu entrada na unidade médica com um ferimento profundo no braço e não corre risco de morte.

Em nota, a Polícia Civil relatou ao IB que “de acordo com informações preliminares, quatro homens deram entrada no Hospital Eládio Lasserre, na manhã desta segunda-feira, depois de serem atingidos durante uma intensa troca de tiros entre grupos criminosos, no Loteamento Condor, em Águas Claras”.

“Conforme registro, as vítimas já estavam sem sinais vitais. Equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ficarão responsáveis pela investigação”, relata a PC.

Família feita refém em Águas Claras e pessoas feridas

Últimas Noticias