Mulher que não se vacinou após lavagem cerebral apela para não morrer

Uma mulher que decidiu não se vacinar e contraiu, entretanto, Covid-19, apela agora para que não a deixem morrer. Gemma Robert, de 35 anos, e natural de Warrington, Reino Unido, sofreu oito ataques cardíacos e está ligada a um ventilador, depois de ter sido infectada com o vírus.

A sua companheira acusa os elementos de grupos antivacinas de serem responsáveis por ela e Gemma não terem decidido vacinar-se, pois acreditaram que as vacinas estavam matando as pessoas.

Gemma, que contraiu a doença em agosto após ir a um casamento, permanece internada no hospital mas já terá ultrapassado o pior. Apesar disso, a sua recuperação está sendo demorada.

“Houve momentos em que pensei que não iria resistir. Gostava de ter sido vacinada antes e agora penso que todos deviam ser vacinados”, refere.

Já a sua companheira, deixa uma mensagem mais forte: “Não acreditem nos que são contra as vacinas. Eles fizeram-nos uma lavagem cerebral”, dispara.

Últimas Noticias

Tempo chuvoso deve se estender até o fim de semana em Salvador

A atuação de uma frente fria, somada à convergência de umidade em baixos níveis, favorece a ocorrência de chuvas...