LEM: Funcionária de fazenda também atuava em “boca de fumo”

Responsável pela venda e distribuição de drogas no município de Luís Eduardo Magalhães (LEM), uma mulher foi presa após ação conjunta entre a 85ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/LEM) e a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cerrado, na noite da terça-feira (23).

Denúncias anônimas sobre um ponto de venda e distribuição de entorpecentes e do furto de carne de uma fazenda da cidade chegaram até as equipes. De acordo com o comandante da 85ª CIPM, major Cristiano Mendes Gouveia, o movimento do local foi a principal suspeita levantada.

“Montamos a campana e percebemos que havia uma movimentação estranha na residência. Abordamos algumas pessoas e conseguimos identificar e prender a suspeita”, contou o oficial.

Com a mulher, que também era funcionária da fazenda onde aconteceu o furto de carnes, foram encontrados R$ 8.1 mil, um revólver calibre 38, munições de mesma numeração, três bolsas contendo grande quantidade de carne, porções de maconha, cocaína e crack, caderno com anotações sobre o tráfico de drogas e três balanças.

“Ela nos confirmou que todo o material pertencia a ela, por isso a conduzimos”, finalizou Gouveia. A mulher foi levada para a Delegacia Territorial (DT) de Luís Eduardo Magalhães para as providências de Polícia Judiciária.

Últimas Noticias

Covid-19: ministro anuncia proibição de voos oriundos de seis países

O Brasil fechará as fronteiras aéreas com seis países da África diante de uma nova variante de coronavírus, informou...