Mestre de capoeira abusava de mulheres com promessa de cura

Um mestre de capoeira e líder espiritual foi preso nesta terça-feira (30) suspeito de manter relações sexuais com a promessa de cura, em Maringá, no norte do Paraná, de acordo com a Polícia Civil.

Segundo o delegado responsável pelo caso, ele foi preso preventivamente e deve responder por violação sexual mediante fraude, importunação sexual e assédio sexual.

A polícia ouviu sete vítimas que contaram histórias semelhantes. Ao identificar vulnerabilidades nessas mulheres, ele oferecia uma “revolução espiritual” como tratamento para esses problemas. Segundo o delegado, como “mestre do ventre”, ele alegava curar suas vítimas por meio de relações sexuais.

Segundo as investigações, ele se aproveitava da condição de autoridade espiritual diante de uma comunidade para manter relações sexuais com mulheres com a promessa de cura, tratamento ou evolução espiritual.

O suspeito também oferecia banhos terapêuticos que eram realizados de maneiras diferentes entre homens e mulheres. Com homens, ele apenas dava as ervas para que eles tomassem o banho em casa. No caso das mulheres, ele próprio era responsável por realizá-los com os dois nus.

À polícia, o homem negou os crimes. Segundo o delegado, ele disse que “nunca praticou nenhum ato sexual durante o ministério da religiosidade dele”.

Últimas Noticias

“TRANCASALVADOR”: agentes estacionam carro em pista e vão para shopping; vídeo

Um vídeo enviado ao Informe Baiano por leitores mostra um veículo da Transalvador em uma via principal em frente...