Presidente da ALBA destaca “volume impressionante de obras públicas tocadas pelo Governo”

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Adolfo Menezes, acompanhou, hoje (5.12), o governador Rui Costa na inauguração do Hospital Materno-Infantil Joaquim Sampaio, em Ilhéus, e da assinatura da ordem de serviço para a duplicação da rodovia entre Itabuna e Ilhéus, em Itabuna, ambos na região sul baiana, destacando que a Bahia é o segundo estado no país em volume de investimentos públicos.

“É impressionante a quantidade de obras públicas tocadas pelo governador Rui Costa, principalmente quando se vê o paradeiro que é o Governo Federal, preguiçoso, que não faz absolutamente nada. São bilhões de investimentos em saúde, educação e infraestrutura. Obras grandiosas, como a ponte sobre o São Francisco, que inauguramos na semana passada; este Hospital Materno-Infantil Joaquim Sampaio, em Ilhéus, e a autorização para o início das obras de duplicação da rodovia Ilhéus-Itabuna – que é federal – mas será tocada pelo Governo do Estado”, enumera o presidente da ALBA.

Além do governador Rui Costa, Menezes estava em companhia do senador Jaques Wagner, da secretária da Saúde do Estado, Tereza Paim, dos prefeitos de Itabuna, Augusto Castro, e de Ilhéus, Marão Sousa. deputados federais, estaduais e prefeitos da região.

Com investimentos de R$ 40 milhões, o Hospital Materno-Infantil Joaquim vai funcionar como referência para toda a região sul da Bahia, em cirurgia pediátrica e parto de alto risco. Possui 105 leitos de internação, sendo dez de UTI Neonatal e 25 de semi-intensivo, com funcionamento 24 horas. A unidade tem ainda cinco leitos no Centro de Parto Normal Intra-hospitalar.

RODOVIA ILHÉUS-ITABUNA

O presidente Adolfo Menezes acompanhou também o governador na partida das obras dde construção de 18 quilômetros da nova via de acesso entre Ilhéus e Itabuna. Com investimentos previstos de mais de R$ 200 milhões, a nova via duplicará a ligação entre as duas principais cidades do sul do estado, contribuindo para o desenvolvimento de toda a região. Além da pista, serão construídas quatro pontes e um viaduto sobre o Rio Cachoeira.

“É uma obra sonhada há meio século pela população das duas maiores cidades do sul da Bahia. Ela irá beneficiar mais de 511 mil moradores na região, facilitando o deslocamento das pessoas e o escoamento da produção agrícola, principalmente de grãos em direção ao Porto do Malhado, em Ilhéus”, diz o chefe do Legislativo baiano.

Últimas Noticias