Como identificar lesões suspeitas de câncer de pele no couro cabeludo, pés e unhas?

“Pintou dúvida? Sinalize!”. Esse é o foco da capacitação gratuita Juntos contra o Melanoma, que será promovida pela Clínica AMO e pelo Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM). A ação direcionada a cabeleireiros, manicures e podólogos acontecerá na próxima segunda-feira (13), às 19h, no auditório da AMO Medicina Diagnóstica, na Praça Colombo, no Rio Vermelho. O evento é aberto aos profissionais interessados, respeitando-se o limite de 50 vagas (50% da capacidade por conta da pandemia), mas para acessar o auditório é necessário enviar o comprovante da vacinação contra a Covid-19 para 71 9705-4967 (WhatsApp). A capacitação será transmitida pelo canal da Clínica AMO no Youtube.

A atividade para formação de agentes multiplicadores de informação que ajudem no diagnóstico precoce do câncer de pele será aberta pelo cirurgião oncológico Miguel Brandão, que vai falar sobre “As particularidades do melanoma na Bahia”. Como destaca o especialista, trata-se de uma ação específica para profissionais que podem exercer um papel importante na detecção precoce, identificando sinais suspeitos para o câncer de pele em locais de difícil visibilidade para o paciente, como couro cabeludo, pés e unhas.

Na sequência da programação, a dermatologista Laryssa Faiçal vai falar sobre “Um alerta sobre o perigo do melanoma Palmo-plantar e ungueal”. E, para fechar a capacitação, a dermatologista Gal Leto vai fazer uma abordagem acerca da pergunta: “Você consegue encontrar um melanoma no couro cabeludo?” Após as explanações, haverá espaço para esclarecimento de dúvidas.

A capacitação Juntos contra o Melanoma integra as ações da Campanha Dezembro Laranja 2021 da Clínica AMO, referência na Bahia no diagnóstico precoce e tratamento desse tipo de câncer de pele, mais grave e com maiores chances de metástase.

Estimativas do Inca

Até o final de 2021, o Brasil deve registrar mais de 185 mil novos casos de câncer de pele, com 4,5 mil mortes, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Nas projeções, a Bahia vai superar este ano os 8,1 mil casos, sendo 10% em Salvador. Do total de diagnósticos no país, 176.930 serão do tipo não-melanoma (cerca de 30% dos tumores malignos registrados no país) e 8.450 do tipo melanoma – mais grave, com maiores chances de metástase, e representando 3% dos casos.

“Para ambos os tipos, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado são fundamentais para melhorar a sobrevida e impactar de forma positiva na redução da taxa de mortalidade”, como completa o cirurgião oncológico Miguel Brandão.

SERVIÇO:

O quê: Capacitação gratuita Juntos contra o Melanoma
Quando: 13 de dezembro de 2021, às 19h
Onde: Auditório da AMO Medicina Diagnóstica, na Praça Colombo, nº 4, Rio Vermelho
Público alvo: Cabeleireiros, manicures e podólogos
Informações: 71 9705-4967 (WhatsApp)

Últimas Noticias