Prefeitura inaugura Vila de Natal Sustentável no Itaigara

Fotos: Bruno Concha/Secom

Do material que seria descartado no lixo à magia do espírito natalino. A Prefeitura de Salvador transformou resíduos recicláveis em decoração de Natal, e dessa forma, construiu a Vila de Natal Sustentável, na Praça Ana Lúcia Magalhães, no Itaigara. O espaço foi entregue neste sábado (11), com as presenças da vice-prefeita Ana Paula Matos, do presidente da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), Omar Gordilho, e do diretor de Iluminação da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Dsip/Semop), Júnior Magalhães.

A iniciativa da Limpurb, em parceria com a Dsip/Semop, envolveu a confecção das peças com a utilização de mais de 17 mil garrafas pet. A ornamentação é assinada pelo artista plástico Gilson Cardoso, que conduziu o processo de cada item decorativo, reutilizando materiais como lonas, paletes, forros de PVC e garrafas pet.

Quem visitar a exposição vai encontrar renas, trenó, anjos, caixas de presente, árvores e um lindo presépio produzidos de forma 100% sustentável, a partir do reaproveitamento de diversos resíduos. A estrutura estará disponível para visitação gratuita até o próximo dia 6 de janeiro e contará ainda com programação especial aos finais de semana.

Ao lembrar do tema do Natal soteropolitano em 2021, “Luz pra Recomeçar”, a vice-prefeita destacou a esperança que o espírito desta época do ano desperta nos soteropolitanos. “O Natal nos traz um sentimento de esperança e confiança. Esse ano, a Prefeitura vem com o conceito do Natal do recomeço, trazendo a mensagem de que as dificuldades estão sendo superadas”, pontuou.

“Esse também é o Natal da inclusão e da sustentabilidade. Hoje, entregamos um espaço lindo, decorado com material reciclado, ensinando as crianças e a sociedade que o desenvolvimento tem que ser sustentável, no seu conceito mais amplo, respeitando o meio ambiente e as pessoas. A população começa a perceber que determinado material que poderia ir para o lixo está aqui, dando beleza, ludicidade e esperança. Então, estamos dando nosso melhor, desejando que cada cidadão de Salvador tenha uma vida melhor”, completou Ana Paula.

A Casa do Noel foi construída a partir da revitalização de um antigo caminhão compactador de resíduos. O presidente da Limpurb destacou a importância do reaproveitamento dos resíduos, unindo a educação ambiental, espírito natalino e sustentabilidade.

“A junção da magia do Natal à sustentabilidade é muito importante para nossa cidade. Com iniciativas como essa, a população pode entender que a limpeza urbana não é só lixo e coleta. Esse ano, nós decoramos os carros compactadores. Além de iluminação, eles também estão sonorizados, levando felicidade para ruas de Salvador. Hoje, na Praça Ana Lúcia Magalhães, trouxemos várias peças feitas com materiais reciclados, numa ação educativa. E é muito gratificante ver o resultado, com as pessoas felizes e as crianças brincando e curtindo”, disse Gordilho.

Iluminação – No quesito iluminação, o diretor da Dsip/Semop destacou o trabalho realizado pela administração municipal, no sentido de levar beleza e alegria à população soteropolitana. “A gente pesquisa e percebe que Salvador é diferenciada. Os resultados são muito positivos, trabalhamos com a integração de toda a Prefeitura, e a praça Ana Lúcia Magalhães é mais um exemplo disso. Junto com a Limpurb, trouxemos o conceito do Natal sustentável, entregando uma vila feita com material reciclado. Então, é mais um espaço de lazer que é oferecido à população. Nesse momento, desejo que essas luzes, eventos, orquestras e corais, que a gente leva para as praças, possam trazer alento e alegria para as pessoas, depois de um ano tão difícil”, disse Júnior Magalhães.

Beleza – A ornamentação da Vila de Natal Sustentável encantou visitantes e moradores da região do Itaigara. A administradora Rebeca Vieira, de 34 anos, ressaltou a mensagem positiva transmitida pela iniciativa. “A sustentabilidade é um tema que está em alta, e precisa ser abordado, sobretudo na época de Natal. Nesse momento os corações são tocados, as pessoas buscam a consciência sobre tudo que foi feito durante o ano e surge o desejo de ser diferente, melhor. A decoração, por si, já traz uma mensagem educativa, além de muita beleza”.

A babá Dora Pereira, de 47 anos, falou sobre a estrutura e destacou a ação educativa. “A decoração facilita o entendimento da criança sobre a questão da educação ambiental. No espaço, com a transformação do lixo em orçamentação natalina, os meninos e meninas podem ver a importância de reutilizar os materiais. Além disso, a praça está lindíssima”, opinou.

Últimas Noticias

Indígenas e quilombolas já podem concorrer a bolsas em curso superior

Estão abertas, de hoje (24) até 28 de fevereiro, as inscrições para o Programa de Bolsa Permanência (PBP), voltado...