PT trava projeto que gera mais de 3 mil empregos em Cruz das Almas, diz secretário

A proposta de criação do Distrito Industrial II, em Cruz das Almas, no recôncavo baiano, deve ser arquivada e com isso, a cidade deixará de gerar mais de mil empregos diretos e pelo menos 2 mil indiretos. Entre as empresas que desejam atuar no novo local estão a Allflex Colchões, Hiperferro e Malu Estofados.

Em conversa com o Informe Baiano nesta segunda-feira (13/12), o secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Euricles Neto, disse que a bancada petista, que é maioria na Câmara dos Vereadores, está “travando” o Projeto de Lei. O objetivo da gestão com a proposta é atrair novos investimentos, além de gerar emprego e renda para a população.

“Cruz das Almas está na contramão. Antes de conseguir o distrito, já temos as empresas. Isso é uma conquista para a população. E aí, agora, por capricho e picuinha política, a Oposição pediu vista e está matracando o projeto. Se não for votado ainda esse ano, Cruz das Almas vai deixar de gerar mais de três mil empregos diretos e indiretos. Com isso, as empresas podem migrar para outros municípios. A gente conseguiu o mais difícil, que foi atrair as empresas. Seis já assinaram o protocolo de intenções”, revelou Euricles.

A gestão municipal enviou a matéria para a Casa Legislativa no dia 26 de Novembro. “O povo está lotando a Câmara, pedindo a aprovação do projeto. Porque isso não acontece? Porque eles tem um projeto de poder e são contra a população de Cruz das Almas. Hoje tem sessão na Câmara e mais uma vez, não incluíram o projeto na pauta do dia”, desabafou o secretário.

Caso os vereadores aprovem a matéria, o novo Distrito Industrial funcionará em uma área total de 163 mil m², denominado DICA II, na Travessa Getúlio Vargas, às margens da BR 101. Após a aprovação do projeto do DICA II pelo Poder Legislativo, as fábricas que assinaram protocolo de intenções de instalação na cidade já poderão iniciar a construção das sedes no local.

De acordo com o texto do PL 17/2021, a Prefeitura fará um Plano de Implantação do DICA II que considere setores de atividades para indústrias, logísticas e atacadistas, comércio, serviços e área institucional.

Últimas Noticias

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 27 milhões

O concurso 2.509 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (10) no Espaço Loterias da Caixa em São Paulo, não teve...