Lutador de MMA desabafa sobre morte do pai em abordagem da PM em Salvador

O lutador de MMA Antônio “Malvado” Trocoli, que perdeu o pai após uma abordagem policial, fez um desabafo neste domingo (19/12).

“Podem ter a certeza que a vida não é nada, e eu estou aqui para morrer como meu pai morreu, mas não vou abaixar a minha cabeça para nenhum de vocês. Vocês mataram um cara bom, e isso não vai ficar assim”, disse ele.

Antonio José Trocoli, conhecido como Tonhão, 56 anos, era servidor do Tribunal de Contas da Bahia e foi atingido por tiros, na Avenida Garibaldi, em Salvador, na noite de quarta-feira (15/12). A Polícia Militar afirma que ele sacou uma arma falsa e por isso a guarnição atirou. Porém, amigos negam a versão e dizem que Tonhão estava com as mãos na cabeça.

O enterro realizado na sexta-feira (17/12), no Cemitério Jardim da Saudade, na capital baiana.Tonhão deixou esposa e quatro filhos.

Na última sexta-feira (17/12), o Ministério Público da Bahia (MP-BA) informou que instaurou um inquérito para apurar a caso.

Últimas Noticias