Marcell apresenta projeto para Salvador ter queima de fogos sem barulho no réveillon

Para muitas pessoas, os fogos de artifício são sinônimo de festa e alegria. No entanto, para os animais de estimação, pessoas idosas e autistas eles representam medo e estresse. Isso acontece porque esse possui maior sensibilidade ao barulho.

Por esse motivo, o protetor de animais, Marcell Moraes, protocolou na Prefeitura de Salvador um projeto indicativo que prevê que os festejos de final de ano na capital baiana sejam com fogos de artifícios sem barulho.

Cidades brasileiras com o Rio de Janeiro, Florianópolis, Campos do Jordão e Caldas Novas já aderiram a iniciativa que preserva a saúde mental de pessoas idosas, autistas e animais de estimação.

“Somos a favor de um belo show pirotécnico, mas sem aquele estampido e estrondos da explosão dos fogos. Hoje já é possível fazer um belíssimo espetáculo de cores de maneira inclusiva, agregando toda família, seja a pessoa idosa, o autista e o animal de estimação. Sei que o prefeito Bruno Reis será sensível ao apelo que estamos fazendo e nossa capital terá mais uma vez um grande Revéillon sem a tradicional poluição sonora da explosão de fogos”, justificou Marcell Moraes.

A petição foi protocolada nesta quarta-feira (22) no gabinete do chefe do Executivo de Salvador e será apreciada pelo prefeito para ser colocada em prática.

Últimas Noticias

Sonhos eróticos: o que significam?

É durante a fase REM (rapid eyes moviment, ou movimento rápido dos olhos) do sono, conhecida por ser aquela...