Cuidados com saúde íntima devem ser redobrados no verão

Com a chegada da estação mais quente e esperada do ano, o verão, alguns cuidados especiais devem ser redobrados com a saúde do corpo em geral. No caso das mulheres, é preciso também dar uma atenção a mais para a saúde íntima, pois a umidade e abafamento, provenientes das altas temperaturas, podem provocar fungos, bactérias e infecções na vulva e na vagina. Segundo a ginecologista do Sistema Hapvida, Dra. Mariana Maciel, isso acontece porque o calor causa a alteração da acidez na vagina e a redução dos bacilos de defesa da flora de proteção, facilitando a proliferação de doenças.

No entanto, dá para curtir o verão sem preocupação, mas, para isso, a especialista recomenda evitar ficar com o maiô ou o biquíni molhados após o uso de piscinas, banho no mar e cachoeiras. “Não é nada bom para a saúde da mulher. Situações de umidade contínua (como o uso prolongado de roupas molhadas) associadas ao aumento da temperatura provocam um desequilíbrio dessa flora vaginal normal”, alerta a médica. O resultado disso é que os microorganismos passam a crescer em uma velocidade aumentada, causando corrimentos indesejados acompanhados de vermelhidão, coceira, inchaço, ardência, fissuras na mucosa genital que lembram assadura e mau cheiro na vulva e na vagina, que são sintomas de atenção de infecções causadas por fungos e bactérias provenientes desta estação.

Para fugir dessas situações desagradáveis o ideal é levar uma roupa seca para usar nessas ocasiões. A troca deve ser feita imediatamente após sair da água. Além disso, a Dra. Mariana ainda aconselha levar mais de um biquíni ou maiô, pois, assim, podem ser lavados, secos e usados de forma alternada durante os dias da viagem. Caso a mulher suspeite do desequilíbrio da flora vaginal, o ginecologista deve ser consultado sempre que houver secreção vaginal com odor ou aparência diferente do corrimento habitual. “A presença de sangramentos fora do período menstrual ou de sintomas como coceira e ardência, devem ser avaliados”, afirma.

Segundo a especialista, o acompanhamento ginecológico deve fazer parte da lista de checkout regular de toda mulher. Isso porque a prevenção continua sendo o melhor caminho para evitar problemas e ter uma boa saúde.

Últimas Noticias

Diante do Atlético-GO, São Paulo volta a vencer no Brasileiro

O São Paulo retomou o caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro, ao derrotar o Atlético-GO por 2 a 1,...