Governo da Bahia garante reforço nas doações e acolhimento para comunidades indígenas em Ilhéus

Em visita ao município de Ilhéus quinta-feira (30), o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), Carlos Martins, se reuniu com representantes dos povos indígenas da região.

Na pauta do encontro, a doação de cestas básicas, reconstrução de casas e de estradas que ligam as comunidades indígenas às rodovias. Muitas aldeias e estradas foram afetadas pelos temporais que afetaram os municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia.

A reunião contou com as presenças da secretária de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Fabya Reis, do comandante do Corpo de Bombeiros, coronel BM Adson Marchesini, o Coordenador Geral do Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (Mupoiba), Agnaldo Pataxó Hã Hã Hãe, além de representantes do Ministério da Cidadania e Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai).

“A reunião foi importante porque pudemos fazer uma triagem do que foi feito e do que ainda precisa ser executado, além de avaliar quais são as urgências que ainda temos para resolver. Algumas comunidades ainda estão ilhadas, mas a partir desse diálogo, o Corpo de Bombeiros informou que serão atendidas entre hoje e amanhã ainda”, afirmou o coordenador do Mupoiba, Agnaldo Pataxó Hã Hã Hãe.

De acordo com o coordenador do Mupoiba, as comunidades localizadas nos municípios afetados pelas chuvas no Extremo Sul já foram atendidas e acolhidas, mas ainda há demanda em relação às comunidades no Sul e Sudoeste da Bahia. O cacique falou ainda sobre o prejuízo à agricultura familiar nas comunidades indígenas.

“Em geral, a produção da agricultura familiar nas comunidades indígenas é feita nas partes mais baixas, próxima aos rios, então o volume da chuva e as cheias nos rios prejudicaram bastante o nosso povo”, completou.

O secretário da SJDHDS, Carlos Martins, ressaltou o trabalho realizado até aqui e se comprometeu a agilizar a entrega de itens essenciais.

“Vamos continuar o trabalho de cadastramento que já estamos fazendo, além de reforçar a entrega de cestas básicas e itens essenciais para as comunidades indígenas, especialmente aquelas que estão ilhadas ou com grande dificuldade de acesso”, pontuou o secretário Carlos Martins.

Ainda no encontro, o secretário e os participantes conversaram sobre o trabalho posterior de recuperação de casas e estradas.

“O governador Rui Costa tem dado prioridade total ao acolhimento imediato às famílias, mas a Seinfra já está atuando no levantamento de estradas e acessos às cidades e comunidades”, finalizou Martins.

Últimas Noticias

Seis alimentos ricos em ácido fólico. Entenda a sua importância

O ácido fólico ou folato é uma vitamina do grupo B, especificamente B9, e é importante para manter a...