Mulher morta em farmácia e ex-namorado foge de ambulância

A mulher de 28 anos foi morta dentro da farmácia onde trabalhava, em São Romão, no estado de Minas Gerais, na segunda-feira (03/01). Valéria Pereira Cardoso foi assim ferida pelo ex-namorado, que chegou ao local armado e atirou na cabeça da vítima.

O jornal O Tempo relatou que testemunhas disseram que mesmo após a vítima cair no chão, o homem continuou atirando nela. Valéria já tinha relatado aos colegas de trabalho que era ameaçada pelo ex. O homem não aceitava o fim do relacionamento.

O acusado é funcionário da prefeitura da cidade e fugiu do local em uma ambulância. O veículo foi encontrado abandonado em uma estrada vicinal da zona rural do município.

O corpo de Valéria foi encaminhado ao Posto Médico-Legal em Pirapora, onde passou por exame de necropsia. A Polícia Civil informou que já abriu um inquérito para investigar o caso.

A prefeitura de São Romão disse em nota que “repudia e lamenta profundamente o ocorrido, registrando que o delito em questão pode ser praticado por qualquer homem, independentemente de ser ou não servidor público, não possuindo o Município nenhuma responsabilidade no evento”.

“O fato de o agente haver fugido numa ambulância do Município, que foi por ele abandonada a poucos quilômetros do perímetro urbano, decorreu de decisão íntima dele, não revelada previamente, valendo-se indevidamente da sua condição de motorista da Saúde, que se encontrava de posse do aludido veículo na ocasião”, diz a nota.

Ainda de acordo com a prefeitura, todas as providências legais cabíveis contra o servidor envolvido estão sendo tomadas.

Últimas Noticias

Curso gratuito de computação em nuvem já registra 2 mil inscritos

O curso Google Cloud, realizado gratuitamente em parceria entre a Prefeitura e o Google, já registra 2 mil inscritos...