Sobre pesquisas, João Roma sentencia: “treino é treino e jogo é jogo”

O ministro da Cidadania João Roma ratificou em entrevista à CNN que disputará esse ano a cadeira de governador da Bahia. O deputado licenciado acredita que a polarização entre seu principal cabo eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro (PL), e o ex-presidente Lula (PT), favorece sua candidatura. Além disso, não demonstra preocupação com o resultado das últimas pesquisas.

+Ministros João Roma e Marcelo Queiroga assinam Portaria com recursos para apoiar municípios baianos atingidos pelas chuvas

+João Roma atinge meta e Auxílio Brasil beneficia 17 milhões de famílias em 2021

“A tendência natural é que tenhamos uma candidatura que esteja sintonizada com o Brasil, pois percebe-se um acirramento, um Brasil dividido por um lado entre o PT e Bolsonaro. Estou ao lado do presidente Bolsonaro trabalhando pelos brasileiros que mais precisam e a Bahia tem que enxergar um novo horizonte. A Bahia precisa retomar o seu protagonismo nacional”, disse Roma.

+João Roma dispara contra o PT e cita caso dos respiradores

“Treino é treino e jogo é jogo. Se fosse por pesquisas, o presidente Bolsonaro hoje não seria nosso presidente. Ele tem agido de forma transformadora de forma especial para Nordeste, as pesquisas já mostram sinal disso”, finaliza Roma.

Últimas Noticias

Ministério da Economia mantém previsão do PIB em 1,5%

O governo federal alterou para cima a previsão da inflação deste ano. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo...