Prefeitura dá início à mutirão de cirurgias eletivas nesta terça (26)

Com objetivo de reduzir a demanda reprimida gerada pela pandemia do coronavírus, a Prefeitura de Salvador deu o pontapé inicial para realização de cirurgias eletivas de pacientes em fila de espera. O ato oficial para deflagrar a realização imediata dos procedimentos aconteceu na manhã desta terça-feira (26), no Hospital Municipal de Salvador (HMS).

No total, estão sendo contemplados doze procedimentos cirúrgicos entre histerectomias, herniorrafias, hemorroidectomias, colescistomias por vídeo, entre outras intervenções. Durante o mutirão serão oferecidas mais de mil cirurgias no HMS.

A gestão municipal investirá cerca de R$1,5 milhão para promover a mobilização. A ação atenderá os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), cadastrados na Central Municipal de Regulação, para realização dessas cirurgias.

“Nosso grande desafio neste momento está em assegurar a ampliação da oferta por procedimentos eletivos, sejam cirurgias ou exames de alta complexidade. Por isso, estamos mobilizando toda rede de unidades próprias e estabelecimentos contratualizados para expansão dessa oferta, a fim de reduzir a demanda reprimida gerada durante a pandemia. O mutirão do HMS é mais um esforço da gestão municipal para minimizar esse impacto e garantir que o cidadão soteropolitano tenha acesso às intervenções eletivas”, explicou o titular da SMS, Decio Martins.

Últimas Noticias

Instituições baianas se unem no combate à desinformação durante o processo eleitoral

A atuação das instituições no combate à desinformação, durante os períodos pré e eleitoral, foi reforçada com o seminário...