Bombeiros retiram ralo preso em dedo de criança de 2 anos

Com um dedo preso em um dos círculos de um ralo de banheiro, um menino de apenas 2 anos chegou à sede do 3º Grupamento de Bombeiros Militar (3ºGBM/Iguatemi) no final da tarde deste domingo (1º) acompanhado dos pais. A ocorrência demorou cerca de três horas, tempo um pouco maior que o normal para esse tipo de situação, pois os bombeiros tiveram que realizar todas as manobras com bastante cautela para não assustar ainda mais a criança.

“Ele estava com medo, o que é normal, pois só tinha apenas dois anos, a todo instante conversávamos com ele para acalma-lo, assim como aos pais. Além de molhar o tempo todo a região com água gelada pois o atrito da microrretifica aquece o material. Tudo foi feito com bastante delicadeza. Durante o processo também paramos algumas vezes para ele ficar mais calmo e para que ele pudesse ser amamentado, por isso demorou um pouco mais”, explicou a sargento BM Eliane Dias.

Apesar de escutar o que estava sendo realizado, os bombeiros colocaram um pano na frente do rosto do menino, para que ele visualizasse apenas o rosto da mãe durante a retirada do ralo e não ficasse ainda mais tenso. Para a retirada foi utilizada uma microrretifica e outros materiais adequados para aquele tipo de ocorrência. Caso perceba que alguém está com algum material preso ao dedo e com dificuldade para remover, o Corpo de Bombeiros deve ser acionado, os militares possuem equipamentos adequados e são treinados para que a remoção seja realizada de forma adequada.

Últimas Noticias

Vitória vence Campinense e se afasta do Z4 da Série C

O Vitória venceu, neste sábado (28), o Campinense, por 1 a 0, e conquistou o segundo triunfo consecutivo na...