Seagri realiza ações em Remanso para potencializar setor da caprinovinocultura

A cidade de Remanso, no Norte do estado, é um dos polos de caprinovinocultura da Bahia, apresentando, aproximadamente, 170 mil caprinos e 284 mil ovinos, números que tornam o município o terceiro maior produtor do Brasil, segundo dados do IBGE. E foi para auxiliar ainda mais a região no sentido de incrementar esse setor produtivo que a comitiva técnica da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia (Seagri) realizou uma reunião, na última sexta-feira (29), em Remanso, com produtores de caprino e ovinos da região do Vale do São Francisco e autoridades locais. Dois temas ganharam destaque no encontro: a implementação do projeto de irrigação, em Remanso, para a alimentação dos animais.

O projeto de irrigação irá auxiliar no plantio e cultivo da palma e milho, importante para o subsídio na alimentação dos animais em processo de confinamento, oferecidas trituradas ou picadas. Já o incentivo à comercialização de animais terá como ação imediata a implantação de um centro destinado a esse fim, a ser construído em Remanso, em parceria entre a Seagri e a prefeitura municipal, em acordo que será celebrado com a presença do prefeito da cidade, Marcos Palmeira, seu secretário de gabinete, Adriano Paes Landim, e o secretário municipal de Agricultura, Arivaldo Ribeiro. Ainda sobre caprinocultura, foram iniciadas tratativas para o desenvolvimento de um projeto de melhoramento genético dos rebanhos, com apoio da Seagri.

O secretário Leonardo Bandeira ressaltou a motivação das visitas técnicas que vêm sendo realizadas em toda a região de Juazeiro. “Estou em uma missão dada pelo governador Rui Costa, que visa aproximar a Seagri das demandas de Juazeiro e de toda a região Norte do estado. Reitero o compromisso da secretaria, e de toda a equipe técnica, em não medirmos esforços para atender às demandas advindas da cidade de Remanso, e de toda essa região”, concluiu. Já o prefeito de Remanso, Marcos Palmeira, ressaltou a importância dos resultados do encontro, no qual foram firmadas ações que impactarão positivamente na agropecuária de toda a região. “Essa não é uma ação política eleitoral, mas, sim, uma ação de governo que irá beneficiar a agropecuária local e que deixará um legado”.

Ainda na sexta-feira, a comitiva da Seagri foi a campo para conhecer as instalações do frigorífico Cabra Bom, que opera desde 2018 na região de Remanso. Para a visita, a comitiva foi recebida pelo empresário e diretor empresarial, José Porphirio, e pela gerente administrativa, Poliana Felix. O frigorífico possui o importante selo SISBI, que permite a comercialização da carne de sua procedência em todo o território brasileiro. O SISBI faz parte do SUASA – Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária – e, tratando-se de SISBI-POA (Produtos de Origem Animal), tem como objetivo padronizar os procedimentos de inspeção dos produtos, de forma a garantir a inocuidade dos alimentos.

“É um enorme prazer receber o secretário Leonardo Bandeira e toda equipe da Seagri para conhecer nossas instalações e o nosso projeto para o melhoramento dos caprinos da região”, declarou o diretor da Cabra Bom, José Porphirio.

Todo o processo da Cabra Bom também conta com o apoio da Seagri, através da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), para o auxílio no monitoramento do processo de abate de animais e conservação da carne, garantindo a qualidade do produto, em todos os seus processos.

A comitiva da Seagri, com o comando do secretário Leonardo Bandeira, está composta pelo superintendente de Desenvolvimento Agropecuário, Adriano Bouzas; o assessor técnico, Paulo Emílio; e o diretor de Desenvolvimento da Pecuária, Fábio Cedraz.

Últimas Noticias

Receita Federal bate recorde de arrecadação em abril: R$ 195 bilhões

O crescimento das arrecadações obtidas por meio de Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) e a Contribuição Social...