Consumo de adoçantes aumenta risco de complicação potencialmente fatal

Uma pesquisa aponta para uma possível ligação entre o consumo de adoçantes artificiais e um maior risco de se desenvolver câncer.

Os autores do estudo analisaram os dados de 102 865 adultos franceses que participaram no NutriNet-Santé, um estudo que começou em 2009 e que ainda está em andamento. Os pesquisadores descobriram que os participantes que consomem grandes quantidades de adoçantes artificiais (uma média diária de 79 mg), nomeadamente aspartame e acessulfame de potássio, têm um risco 13% superior de câncer, sobretudo da mama e outros associados à obesidade.

O estudo teve, no entanto, algumas limitações, uma vez que os dados foram partilhados pelos próprios voluntários e estes eram maioritariamente mulheres com níveis elevados de qualificação escolar. Os autores do estudo apelam, assim, a que sejam realizadas mais investigações.

Últimas Noticias

Planos de saúde individuais têm aumento histórico

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aprovou hoje (8) o índice máximo de reajuste anual para os planos...