Homem é condenado por ter esfaqueado noiva e queimado seu corpo

Um homem foi condenado a 17 anos de prisão por ter matado a noiva com golpe de faca, ateado fogo nela e abandonado seu corpo na zona rural de São José da Lapa, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG). As informações são do jornal O Tempo.

O assassinato ocorreu em dezembro de 2020, e o homem acabou preso dias depois, quando se apresentou na Divisão de Referência de Pessoas Desaparecidas para prestar esclarecimentos.

O crime foi descoberto depois que familiares da mulher começaram a receber mensagens vindas do celular dela e desconfiarem do conteúdo dos textos.

Por conta do conteúdo contraditório, parentes da vítima desconfiaram que as mensagens não eram enviadas por ela, segundo a delegada Letícia Gamboge, do DHPP (Departamento de Insvestigação de Homicídios e Proteção à Pessoa), na época das investigações.

“Após o crime, ele fez contato com a família e amigos da vítima, por mensagens, se passando por ela. Mas os parentes viram algumas contradições que geraram a suspeição”, disse a delegada.

O corpo da vítima foi encontrado no dia seguinte ao crime, em 22 de dezembro de 2020.

Últimas Noticias

Diante do Atlético-GO, São Paulo volta a vencer no Brasileiro

O São Paulo retomou o caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro, ao derrotar o Atlético-GO por 2 a 1,...