Temperaturas mais frias podem aumentar em até 30% a incidência de doenças cardíacas, alerta especialista

Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, as baixas temperaturas contribuem para que as doenças do coração, como o infarto e o AVC, aumentem em até 30%, devido à maior contração dos vasos sanguíneos nesses períodos. De acordo com o cardiologista do Sistema Hapvida, Railton Cordeiro, isso acontece porque, ao dificultar o fluxo do sangue pelo corpo, essa contração provoca o aumento da pressão arterial. Ainda segundo o especialista, hipertensos e pessoas com tendência a aumento da pressão arterial devem ter mais atenção e cuidado nessa época. “É importante lembrar que a temperatura do nosso corpo fica em torno dos 36,5º C e que, estando abaixo dos 35º C, o cuidado deve ser redobrado”, reforça.

As dicas para a boa saúde do coração não mudarão muito de acordo com a estação do ano. Alguns grupos têm mais predisposição a essa condição, entre eles “a turma da melhor idade, pessoas acima de 65 anos, tabagistas, diabéticos e aqueles que já têm histórico de infarto e AVC”, diz o médico. Para prevenir a sobrecarga e proteger a saúde cardiovascular, algumas atitudes são primordiais, começando pelo estilo de vida. “É importante continuar com o estilo de vida saudável, com exercício físico regular, boa alimentação e, claro, ida ao cardiologista para exames de rotina. Para aqueles que ainda não começaram, essa é a hora”, aconselha.

Sobre a importância do acompanhamento regular da saúde cardiovascular com o cardiologista, o profissional reitera que as doenças cardíacas continuam causando mais mortes que outros males, inclusive o câncer, tanto no Brasil quanto no mundo. “No meu consultório, cada vez mais tenho recebido pacientes jovens que acabaram de infartar ou de ter um AVC. Sem falar nos casos das pessoas na faixa dos 40 anos que já recebem o diagnóstico de hipertensão. Vamos lembrar sempre da importância de uma vida saudável, de fazer exames preventivos antes de iniciar a rotina de exercícios e de procurar o médico regularmente. Assim, poderemos colher mais à frente, em anos de vida, as boas sementes de agora”, sentencia.

Últimas Noticias

Sonhos eróticos: o que significam?

É durante a fase REM (rapid eyes moviment, ou movimento rápido dos olhos) do sono, conhecida por ser aquela...