Grávida teria sido estuprada por médico anestesista durante cesárea

Um médico anestesista foi preso em flagrante sob acusação de estuprar uma paciente que passava por um parto cesárea, na madrugada desta segunda-feira (11/07), no Hospital da Mulher, em São João de Meriti, no Rio de Janeiro.

De acordo com o G1, Giovanni Quintella Bezerra foi denunciado por funcionários da unidade hospitalar, que filmaram o anestesista colocando o pênis na boca da paciente. Ele foi preso pela Delegacia de Atendimento à Mulher e autuado por estupro.

Em nota enviada ao site Metrópoles, a Secretaria Estadual de Saúde e a Fundação Saúde do Estado do Rio afirmaram “repudiar veementemente a conduta do médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra” e se colocaram “à disposição da polícia”.

Além disso, uma sindicância interna será aberta para a tomada de medidas administrativas, além da notificação ao Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio (Cremerj). “Esse comportamento, além de merecer nosso repúdio, constitui-se em crime, que deve ser punido de acordo com a legislação em vigor”, acrescenta o comunicado.

Últimas Noticias

Eleições 2022: veja o que pode ou não no dia da votação

Faltam 50 dias para as Eleições 2022, e a Justiça Eleitoral já começou a reforçar para o eleitor, principalmente...