ACM Neto cita quadrilha de políticos e empresários que comandavam Salvador

Em discurso na noite desta terça-feira (12, em Cajazeiras, o pré-candidato a governador ACM Neto (União Brasil) afirmou que sabe como enfrentar as fake news plantadas por seus adversários nas redes sociais e em veículos que estão a serviço da mentira. “Eu sei o que passei em 2012, quando me elegi prefeito de Salvador pela primeira vez. Na época, existia uma quadrilha que dominava a cidade formada por empresários, políticos e outros. Eles se juntavam para prejudicar o povo de Salvador e da Bahia”, afirmou Neto durante encontro promovido pelo Mobiliza Salvador.

Na sequência de seu pronunciamento, Neto afirmou que “esta mesma turma” pode se juntar novamente com alguns veículos que estão a serviço da mentira “porque de mim só vão encontrar coragem, firmeza, destemor, sorriso no rosto e palavras de amor porque o que me move nessa luta e meu amor pela Bahia”.

Depois de cumprimentar padre Anderson, da paróquia de Cajazeiras que estava presente ao evento, Neto disse que sempre teve muita fé e determinação. “Sou uma pessoa que, acima de tudo, tenho Deus no coração. Todo santo dia, pela manhã, quando vou fazer minhas orações, eu peço a Deus, de verdade, que tire de mim qualquer espaço para o ódio, rancor, mágoas e tristeza. E todo dia sinto a presença Dele dentro de mim dizendo: meu filho, toda vez que do lado de lá vier uma ofensa, responda com um abraço; toda vez que do lado de lá vier uma agressão, responda com um sorriso; toda vez que do lado de lá vier uma mentira, responda com uma palavra de amor. E quero dizer a vocês: que venha o que vier até o dia 2 de outubro porque nada vai nos abalar porque, pela fé que tenho e pelo apoio que tenho recebido do povo baiano, eu vou me manter sempre de cabeça erguida, sempre vou olhar para a frente e jamais vou me esquecer do meu propósito que é lutar e trabalhar muito para melhor a vida dos baianos”.

O ex-prefeito de Salvador disse também que seus adversários têm perdido o sono porque sabem que serão derrotados em outubro. “Os baianos não aceitam mais morar no estado mais violento do Brasil, os baianos não aceitam mais ter a pior educação do país, os baianos não aceitam mais conviver com tanta humilhação nas filas da regulação”. “O PT está há quase 16 anos governando a Bahia e conseguiu essa façanha de transforma a Bahia em chacota nacional em segurança pública e educação”, disse Neto. O evento em Cajazeiras contou também com as presenças do deputado federal Cacá Leão, pré-candidato a senador, do prefeito Bruno Reis e de Ana Paula Matos, vice-prefeita da capital baiana.

Últimas Noticias

Fim da dupla Simone e Simaria é confirmado

As irmãs Simone e Simaria confirmaram em portagem nas redes sociais, nesta quinta-feira (18/08), o fim oficial da...